Partilhar

Como acariciar um gato

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como acariciar um gato

Acariciar um gato é um dos momentos mais bonitos e relaxantes que pode imaginar. Mas nem sempre é uma tarefa simples, principalmente para pessoas que não estão acostumadas a tratar de felinos. É importante familiarizar-se com certas indicações para se relacionar com esses pequenos peludos, para que o momento das carícias seja muito agradável e sem incidentes. Se fizer isso de forma muito brusca, muito rápida ou no lugar errado, poderia incomodá-lo e ganhar uma mordida ou arranhão. Neste artigo de umComo.com.br contamos a você como acariciar um gato.

Passos a seguir:
1

O mais recomendável é deixar que seja o gato a controlar a interação. É preciso fazer ele entender que apenas tocaremos nele se ele der permissão para isso. Desta forma, será menos possível que tenha uma resposta negativa por parte dele. A primeira coisa que deve fazer é deixar que cheire você antes de tentar acariciá-lo. Estenda a mão devagar perto do animal e deixe que tenha a opção de tocar nos seus dedos com o focinho. Se perceber que não tem nenhum interesse ou simplesmente olha, terá que repensar a proposta de tocá-lo, sendo preferível adiar esse momento. Mas se o gato cheirar a sua mão, esfregar a sua cabeça, seu queixo ou inclusive esfregar seu corpo, estará receptivo a carícias. Se isso ocorrer, é hora de abrir a mão e começar a tocá-lo suavemente.

2

Um dos melhores lugares para começar a acariciar o seu gato é na cabeça. Deverá tocar com os dedos levemente e depois se concentrar na zona das orelhas ou mesmo por trás delas. É melhor usar as pontas dos dedos e pressionar sobre o seu pelo e, talvez mais para a frente, possa usar a mão toda sem nenhum problema. A maior parte dos gatos costuma gostar de ser acariciado na cabeça na direção contrária ao pelo. Outros gostam muito de que se esfregue o queixo, mas se o seu gato não estiver acostumado ou não o conhecer muito bem, experimente estes locais pouco a pouco.

Como acariciar um gato - Passo 2
3

Outro lugar para acariciar o seu gato é a testa e o bigode, pois contêm glândulas de feromônios. Uma ótima forma é começar pelos lados e testa, depois passar a mão até à base do seu rabo. Repita este movimento com suavidade e aumente a intensidade se achar que está gostando. Também pode massagear a musculatura do pescoço, apertando com suavidade e passando a mão por um lado do seu rosto. Depois deste aquecimento de carícias, pode usar o polegar e o dedo do meio para acariciar a base do bigode e, ao mesmo tempo, a parte superior da cabeça.

4

Outra forma de fazer carinho em um gato é tocando o lombo, começando pelo pescoço, descendo pelas costas e chegando até à base do rabo. Volte a começar e repita este movimento de cima para baixo pressionando de forma leve e muito devagar. Mas ainda não toque o rabo. Se o seu gato gostar deste tipo de carícia, verá como arqueia as costas para que exerça mais pressão, esta é a indicação clara de que está gostando muito e pedindo mais. Pode ser que esfregue sua testa contra o seu corpo para que continue acariciando como está fazendo. Continue no mesmo sentido, mantenha sempre a direção do movimento e não pare.

Não são recomendadas as palmadas, já que alguns gatos não gostam delas. Quando o seu gato já não quiser mais carinhos avisará você; pode ser que se afaste, que se vire para o outro lado, que arranhe suavemente, que estale os dentes ou que dê uma mordida suave de aviso. Outra forma de notar que deve parar é quando baixa as suas orelhas ou se encolhe.

5

Existe uma zona com a qual deve ter uma precaução especial: a barriga. Muitas vezes quando um gato confia em você ou está muito relaxado, pode ser que fique de barriga para cima, exibindo-a para você. Não é necessariamente um convite para que toque na sua barriga, mesmo que seja muito tentador. Muitos gatos não gostam nada de carinho na barriga; alguns deles, muito brincalhões e carinhosos, interpretam que ao tocar essa zona você quer brincar com as unhas e poderia acabar levando um arranhão. Neste caso, verá como se agarra ao seu braço ou mão mordendo e arranhando com as suas pernas dianteiras e traseiras. Isso não deve ser interpretado como um ataque e sim uma diversão incrível para os gatos, é um jogo que implica luta e se o gato estiver acostumado e com as unhas pouco afiadas, não tem que se machucar.

Este tipo de jogo deve ser feito com muita cautela e se o gato se empolgar muito, talvez seja melhor parar. Se ele se agarrar a você, o melhor é não se mexer e deixar que ele se solte sozinho. Se você se mexer, corre o risco de ser arranhado. A maior parte dos arranhões são acidentais, lembre-se que as unhas de um felino são como ganchos.

Como acariciar um gato - Passo 5
6

Outra das zonas do gato um pouco complicadas, principalmente se for um que não conheça muito bem, são as patas. É importante ensiná-lo e acostumá-lo a tocar as suas patas para cortar as unhas desde filhote. Este hábito pode vir acompanhado de prêmios ou de alguma comida especial depois da sessão de pedicure. Terá que se aproximar pouco a pouco do gato e começar a tocá-lo como mencionamos antes. A seguir, toque em um de seus dedos e se notar que o gato gosta, acaricie com um dedo desde o pulso até ao final. Se o seu gato mexer as orelhas, afaste-se; inclusive se bufar, é melhor parar. No geral, quando um felino toca na sua mão com a sua cabeça é um sinal muito claro de que deseja ser tocado. Se desejar, não deixe para depois; acaricie por alguns minutos e estabeleça um vínculo forte.

7

Se o seu gato pular para o seu colo ou sobre você para amassá-lo, isso não quer dizer necessariamente que queira carinho. Pode ser que queira sentir o seu calor corporal e por isso procura contato físico. Se tocar e notar que seu gato fica inquieto e nervoso, é melhor não continuar. Mas se emitir um doce ronronar, amassar com as patas, relaxado, fechar os olhos, arquear o corpo ou inclusive dormir é porque simplesmente adora receber carinhos.

O ronronar é um barulho muito peculiar que os gatos emitem e que indica o seu bem-estar e sua confiança. Se este som vier acompanhado de esfregação contra as suas pernas ou golpes com a sua cabeça, é porque deseja carinho. Mas ainda que os sinais sejam muito claros, não prolongue muito as carícias porque pode ser que só queira um pouco de atenção.

Como acariciar um gato - Passo 7

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como acariciar um gato, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como acariciar um gato

O que lhe pareceu o artigo?

Como acariciar um gato
1 de 4
Como acariciar um gato

Voltar ao topo da página