Partilhar

Como controlar a ansiedade nos cães

Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como controlar a ansiedade nos cães
Imagem: filmtekercs.hu

Os cães, como nós, podem sofrer alterações em seu comportamento que afetam de forma importante seu estado de ânimo e a forma como se relacionam conosco. Condições como o estresse canino, a depressão ou a ansiedade podem afetar seu animal, diminuindo sua qualidade de vida de forma importante. Por isso, em umComo.com.br explicamos a você como controlar a ansiedade nos cães e fazer com que seu animal se sinta bem mais disposto e feliz.

Também lhe pode interessar: Quais são os sintomas de ansiedade nos cães
Passos a seguir:
1

A primeira coisa que é importante entender para controlar a ansiedade de seu cão, é que o animal conta com certas necessidades que se não forem satisfeitas de maneira adequada podem conduzir a alterações do comportamento. Os cães, apesar de serem animais domésticos, não devem estar presos em casa o dia todo, sozinhos e sem atenção, pois esta é a principal razão pela que acabam caindo em um quadro de ansiedade e depressão.

Tomando certas medidas você poderá combater os sintomas de ansiedade em seu cão e conseguir que esteja bem mais feliz e tranquilo.

2

Reveja a rotina de seu animal e ajuste-a. Para os cães é importante contar com hábitos claros que os ajudem a estabelecer padrões. Se seu cão come todos os dias na mesma hora, brinca na mesma hora e passeia sempre no mesmo momento do dia, será um animal bem mais calmo do que aquele que realiza as atividades de forma desordenada, pois aprenderá que há um momento de sua rotina para cada coisa.

3

Uma das principais razões de ansiedade nos cães é a solidão. Se seu animal passa horas demais só em casa é normal que tenha comportamentos destrutivos: que morda coisas, que destrua móveis e que, diante da sua chegada, queira chamar sua atenção a qualquer preço.

Para evitar isto é importantíssimo não deixar seu cão sozinho por períodos de tempo longos demais. Se, por exemplo, você trabalha, tente não chegar em casa tarde demais deixando seu cão sozinho durante 16 horas por dia, ou é muito provável que o animal desenvolva um quadro de ansiedade.

4

Há duas medidas que você deve colocar em prática quando seu animal fica sozinho em casa e que ajudarão a controlar a ansiedade no cão:

  • Dar-lhe brinquedos adequados para sua idade que lhe permitam entreter-se e drenar sua energia enquanto você não está.
  • Pedir ajuda a alguém se você planeja ficar fora de casa durante horas demais. Se por algum trabalho ou mudança de horário você for ficar mais tempo fora de casa, é boa ideia que alguém de confiança ajude você a passear seu cão e levá-lo para fazer suas necessidades, assim ele reduzirá de forma importante a ansiedade.
5

Lembre que os cães, independentemente do tamanho ou da raça, são animais que precisam de atividade física. Se seu cão está sempre trancado em um apartamento é muito provável que desenvolva um quadro de ansiedade. O animal deve sair de casa diariamente, brincar, correr e relacionar-se com seu meio e com outros cães, isto o ajudará a sentir-se bem mais feliz.

Se você não puder levar seu cão para passear todos os dias, encontre alguém que te ajude com esta tarefa.

6

Também é importante avaliar o nível de disciplina que você dá ao cão. Seu animal precisa saber quem é o amo e a quem deve obedecer. Quando depois de um passeio o cão voltar para casa tranquilo e mais calmo você pode dar uma recompensa a ele, enquanto que quando estiver alterado deverá evitar premiá-lo ou ele pensará que sua conduta é a adequada.

7

Se depois de seguir todos estes conselhos de forma regular durante um mês seu animal continuar muito ansioso e nervoso, o mais recomendável será levá-lo ao veterinário para uma revisão médica que permita descartar qualquer condição física.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como controlar a ansiedade nos cães, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como controlar a ansiedade nos cães

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Patricia
Minha cachorrinha está com 13. Viajo pelo menos 2 vezes ao ano e sempre a deixei na casa da veterinária dela, até que um dia ela voltou com uma outra personalidade: andava pra lá e pra cá, passou a ter uma fome avassaladora. Há um ano foi diagnosticada com a Síndrome de Cushing, desde lá toma medicamentos mas continua a mesma. Vou tentar uma melhora com mais exercícios e retorno dentro de um mês. Gostei muito do artigo. Parabéns.
Editor umComo.com.br
Obrigado pelo seu comentário Patrícia. Tudo de bom para sua cachorrinha e para você!

Como controlar a ansiedade nos cães
Imagem: filmtekercs.hu
Como controlar a ansiedade nos cães

Voltar ao topo da página