menu
Partilhar

Como cuidar de um cachorro com diabetes

Por Redação umCOMO. Atualizado: 1 fevereiro 2018
Como cuidar de um cachorro com diabetes

A diabetes é uma doença endócrina que pode afetar os cães, produzida por um déficit na produção de insulina, que é o hormônio que permite às células do organismo aproveitar a glicose do sangue. Como consequência disso, os cães diabéticos costumam perder peso apesar de comerem muito. É imprescindível prestar atenção aos detalhes que podem ajudar a saber se seu cão é diabético; e se ele for, em umComo.com.br explicamos a você como cuidar de um cão com diabetes.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um cachorro com sarna

A alimentação

A dieta nos cães diabéticos deve ser equilibrada e pobre em gordura. É melhor separar a ração diária em, no mínimo, duas refeições por dia, e é bom que sejam sempre à mesma hora.

Se o cão estiver obeso será preciso, na medida do possível, controlar essa obesidade com dietas ricas em fibra. As comidas extras e as caseiras, ricas em carboidratos (açúcares), não são recomendadas.

Exercício

O exercício nos cães com diabetes pode ajudar a combater a obesidade. O exercício deve ser moderado (evitando o excesso de esforço) e gradativo, pouco a pouco, aumentando cada dia a intensidade do mesmo. Geralmente, costuma-se indicar o aumento da duração dos passeios.

O tratamento com insulina

Como vimos antes, a causa da diabetes é a produção insuficiente de insulina. Por este motivo, a administração de insulina é a base do tratamento.

A insulina é injetada antes das refeições e, segundo o caso, são necessárias uma ou duas dose por dia. Geralmente, costuma-se começar com duas doses.

O monitoramento

O controle da eficácia do tratamento é fundamental nos casos de diabetes. O dono do cachorro dever estar atento ao consumo de água e às mudanças no peso de seu animal e informar de tudo isso ao veterinário.

Normalmente é usada uma curva de glicose para analisar a eficiência da insulina, e isto costuma ser feito no começo do tratamento e consiste em realizar medidas de glicose a cada 2 horas com o animal internado.

Depois das determinações iniciais, recomenda-se uma revisão veterinária após duas semanas e outra após dois meses. Algumas vezes pode ser interessante fazer exames periódicos de urina, algo que pode ser feito de forma simples: o proprietário do animal usa uma tira reagente caso o veterinário considere oportuno.

Outras considerações

Alguns cães com diabetes chegam à consulta com alterações eletrolíticas e no equilíbrio ácido-básico, que serão corrigidas pelo veterinário através da administração de soro.

Teoricamente, recomenda-se encontrar a causa que provoca a diabetes (ou seja, o motivo pelo qual o pâncreas não segrega adequadamente a insulina), mas às vezes isto é bastante complicado e não influencia no tratamento posterior.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um cachorro com diabetes, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Vera
Minha cachorrinha e poodol tem 8 anos fiz exame de sangue deu 317 de diabete pesa 10.40 quanto de insulina tem de tomar por dia? Obrigada

Como cuidar de um cachorro com diabetes
Como cuidar de um cachorro com diabetes

Voltar ao topo da página