Partilhar

Como cuidar de um cão com alergia

Por Redação umCOMO. Atualizado: 21 fevereiro 2020
Como cuidar de um cão com alergia

Embora as alergias sejam mais frequentes em algumas raças de cão, como os bulldogs, podem aparecer em animais de qualquer raça. Os tipos de alergias mais frequentes são provocados por pulgas, alimentos, alérgenos ambientais e pelo contato direto com certas substâncias. Em umComo.com.br mostramos-lhe estas classes de alergia e explicamos como cuidar de um cão com alergia.

Também lhe pode interessar: Como saber se meu cão tem alergia

Evite as pulgas.

A dermatite alérgica à picada de pulga, também conhecida como DAPP, é uma das causas de alergia mais frequente em cães.

Não é necessário que o animal esteja gravemente infectado de pulgas para desenvolver a doença, muitas vezes, a alergia pode ocorrer somente com a picada de uma só pulga.

Para prevenir a DAPP, recomenda-se o uso de colares repelentes.

A alimentação

Uma das vias de entrada dos alérgenos, substâncias que provocam a alergia, no organismo é a alimentar. Nos cães com alergia ou nos cachorros com predisposição a ela como os bulldogs, aconselha-se dar uma ração específica para cães com problemas de alergia. Os centros veterinários e as lojas especializadas em animais costumam vender rações deste tipo.

Reforçar a barreira protetora da pele

Nos casos de alergia, reforçar e nutrir a pele costuma ser de grande ajuda. Também, os produtos usados para isso costumam causar efeitos secundários importantes.

Os medicamentos com fitoesfingosina,disponíveis em forma de pipetas ou spray, ou os ácidos graxos, que costumam ser comercializados em cápsulas, são extremamente úteis para reduzir o processo e para reduzir a dose ou a duração dos tratamentos com medicamentos que veremos a seguir. Seu veterinário lhe informará a este respeito.

Os medicamentos

Os corticoides são os medicamentos mais eficazes para o controle do processo, mas têm efeitos secundários significativos e o seu uso a longo prazo não é recomendado. Normalmente são reservados para momentos pontuais, depois de tentar praticamente tudo e fracassar.

Os anti-histamínicos, embora possam não ser tão efetivos, apresentam menos efeitos secundários e podem ser utilizados por períodos mais longos.

Em qualquer caso, ambas as substâncias devem ser prescritas por um veterinário.

Antecipar-se ao problema

É muito benéfico detectar os sintomas de forma precoce para evitar que o processo vá além e acabe produzindo lesões na pele do cão com arranhões devido à coceira.

Vigie regularmente o ventre e as zonas que há entre os dedos das patas, e se estiverem enrijecidas, seu cão pode estar começando a sofrer de alergia.

Muitas alergias ocorrem junto com a otite, por isso, convém você prestar atenção se perceber que seu cão coça as orelhas ou se sacode a cabeça violentamente.

Nos casos de alergia à pulga, os cães costumam se coçar e morder a parte posterior do lombo e a base da cauda, e pode aparecer alopecia nessas zonas.

Em todos estes casos, recomendamos que visite um veterinário.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um cão com alergia, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar de um cão com alergia
Como cuidar de um cão com alergia

Voltar ao topo da página