Partilhar

Como cuidar do meu cachorro

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como cuidar do meu cachorro

Quem não sentiu a tentação muitas vezes causada pelos olhinhos de um filhote? Todos sabemos que o cachorro é conhecido por ser "o melhor amigo do homem", mas nós somos capazes de corresponder da forma adequada? Antes de dar o passo definitivo e tomar a decisão de aumentar nossa família com um cachorro (muito melhor se for adotado) devemos ser conscientes de que ele não é de pelúcia. Um cachorro é um ser vivo que depende de nós para quase tudo, e que ele tenha uma vida longa e feliz está nas nossas mãos.Portanto, recomendamos que você preste atenção em alguns conselhos que podem lhe ajudar com o cuidado de seu animal de estimação.

Também lhe pode interessar: Como cuidar da pele seca do meu cachorro

Abrigo

O mais normal hoje em dia é viver em um apartamento ou casa, por isso nosso cachorro permanecerá no interior. Ainda assim, você deve preparar um "ninho" para ele, um lugar especial onde ele possa descansar ou ter um pouco de intimidade e ficar sozinho. Se o cachorro for grande, uma colcha fofa para que ele possa deitar ou um colchão pequeno e fino pode ser suficiente. Os cachorros pequenos ou quase médios, costumam preferir "cestas" feitas de espuma de borracha, que você pode conseguir em qualquer pet shop. Lembre-se que no inverno o seu cachorro será grato por uma coberta extra que dê mais calor, e se você colocar sua cama perto de algum lugar quentinho ele vai adorar. É importante mantê-lo afastado de correntes de ar.Agora, se o seu cachorro vive no jardim ou no quintal, é imprescindível para seu bem estar que ele tenha um abrigo para se proteger das situações meteorológicas extremas, e se possível, deve passar a noite dentro de casa ou em uma casinha bem preparada para o inverno.

Alimentação

A comida que você dá ao seu animal de estimação determina grande parte da sua saúde e seu estado de ânimo. Tenha muito cuidado com as rações baratas! Muitos deles contêm muita gordura e podem danificar o fígado do seu amigo. Pense como você se sentiria se todos os dias comesse pizza ou hambúrguer. Consulte com o veterinário que marcas são mais adequadas para o tamanho e atividade física do seu cachorro. Você também deve considerar que, se ele for filhote, você deve alimentá-lo com uma ração especial, e a quantidade deve ser mudada conforme ele vai crescendo. Quando tiver parado de crescer, provavelmente você deverá reduzir a quantidade de comida para ele não ficar obeso (algo cada vez mais comum em cachorros sedentários que não fazem tanta atividade como deveriam). Não esqueça que ele deve ter sempre à disposição água fresca, especialmente durante o verão. Um último conselho: cuidado com dar aperitivos que depois o seu cachorro pedirá sem parar, como presunto ou doces. São muito prejudiciais para ele, pois seu organismo não metaboliza bem este tipo de alimentos. Também não é bom dar ossos, já que eles podem quebrar e prejudicar sua boca ou garganta.

Exercício

Antes de escolher seu tipo de cachorro você deve pensar antes em qual é a sua rotina e se você terá tempo suficiente para dedicar a ele. O cachorro deverá sair pelo menos três vezes por dia para fazer suas necessidades, e uma dessas vezes o passeio deve ser prolongado bastante para que ele possa se exercitar, conhecer o lugar, se relacionar com outros cachorros e viver grandes experiências através do olfato.Se você não for muito esportivo, uma bolinha ou brinquedo para jogar para ele no parque fará que seu amigo gaste energia enquanto você pode ficar tranquilo.

Limpeza e higiene

É fundamental que todos os utensílios relacionados com a alimentação do cachorro sejam lavados com muita frequência, e que mantenhamos sua roupa de cama limpa e sem areia, sem pelos acumulados ou restos de comida.Os cachorros de pelo comprido devem ser escovados todos os dias, e se tiver pelo curto, duas vezes por semana será suficiente. É básico para manter sua pele sadia e evitar a formação de nós incômodos. Além disso, é um bom momento para dar uma olhada se ele possui alguma coisa fora do normal, como uma ferida, caroço ou alteração cutânea.

Saúde

Por lei, todos os cachorros devem ser vacinados contra a raiva uma vez por ano. Normalmente, as prefeituras costumam organizar campanhas de vacinação anuais, por isso pergunte na sua cidade quando será organizada a próxima, já que costuma ser bem mais barato que uma vacina em clínica veterinária tradicional. Por outro lado, você também deve desparasitar seu cachorro de forma periódica, normalmente com uma pastilha não muito cara que pode ser misturada com a comida para ser mais fácil de engolir. A saúde sexual do seu cachorro também é fundamental para que ele seja feliz. Para evitar filhotes não desejados e a frustração de não poder cruzar, o melhor é esterilizar seu cachorro por volta dos sete ou oito meses de vida. Alguns veterinários recomendam esperar que as cadelas passem pelo primeiro cio, para se certificar de seu correto desenvolvimento. A esterilização é um procedimento muito simples que evita problemas de saúde posteriores em seu cachorro, além de outras vantagens. No caso das cadelas, evita-se que durante a época do cio apareçam atrás dela todos os cachorros do bairro. Se seu cachorro for macho, a esterilização evitará que ele tente escapar de casa e que fique triste ou nervoso ao sentir o cheiro de fêmeas no cio.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar do meu cachorro, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como cuidar do meu cachorro

O que lhe pareceu o artigo?

Como cuidar do meu cachorro
Como cuidar do meu cachorro

Voltar ao topo da página