Partilhar

Como reduzir o estresse do meu gato

Por Redação umCOMO. Atualizado: 18 fevereiro 2020
Como reduzir o estresse do meu gato
Imagem: pixabay.com

O estresse é um estado muito comum nos gatos domésticos, sobretudo se têm sofrido alguma mudança relevante, como uma mudança ou a chegada de outro felino. Em muitas ocasiões, cometemos o erro de confundir esta condição com um mau comportamento, já que os sintomas e a forma que tem nosso felino de nos pedir ajuda são próprias de um mascote destreinado. Se o seu felino sofre de estresse e você não sabe o que fazer, continue lendo este artigo de umComo.com.br e descubra como reduzir o estresse de seu gato.

Também lhe pode interessar: Porque gato tem medo de pepino
Passos a seguir:
1

O mais recomendável é levar o gato ao veterinário para que seja ele quem indique os passos que deve seguir para combater o estresse de seu felino. No entanto, pode combinar o tratamento médico com algumas práticas caseiras. Para isso, é imprescindível identificar a causa que provoca esta condição em seu gato. Uma vez encontrada, o ideal é eliminá-la. Não obstante, em alguns casos, como uma mudança de lar, é impossível.

2

Se a causa do estresse é externa, como por exemplo a chegada de convidados, deveremos ter um espaço afastado e isolado para nosso gato. Os felinos precisam ter seu próprio espaço para se sentirem seguros e protegidos, é por isso que ao receber pessoas de fora em nossa casa, eles podem se sentir atacados e intimidados, produzindo uma situação de estresse.

Como reduzir o estresse do meu gato - Passo 2
Imagem: elgatoriodico.com
3

Se o motivo do estresse é a chegada de outro gato ou cachorro, a melhor solução é que cada animal tenha seu próprio espaço, bem como sua cama, comedor e caixa de areia. Ao compartilhar os pertences, incrementa-se a competitividade entre eles, gerando uma situação estressante para o felino que chegou primeiro em casa. Os brinquedos e arranhadores também devem ser individuais. Convidamos você a visitar nosso artigo sobre como fazer que meu gato aceite outro gato.

4

Alguns gatos sofrem estresse porque se sentem sozinhos, isto acontece, sobretudo, naqueles felinos que passam a maior parte do dia sem nenhum tipo de companhia. Nestes casos, aconselha-se tentar passar mais tempo com o animal, adotar outro gato ou levá-lo para acompanhantes de felinos. Em qualquer caso, é sempre recomendável que consulte primeiro o veterinário.

Como reduzir o estresse do meu gato - Passo 4
Imagem: pixabay.com
5

Se está realizando reformas em sua casa, a solução é a mesma que oferecemos no segundo passo, proporcionar ao seu gato um espaço isolado das obras. Desta forma, afaste o felino da situação que lhe produz o estresse e pode começar a relaxar. Quando terminar as reformas, é possível que marque com urina os novos objetos para estabelecer seu território.

6

Como é lógico, a melhor solução para o estresse do gato é a prevenção. Lembre-se que os gatos são animais que gostam de tranquilidade, harmonia, rotina e estabilidade, por isso deve lhe proporcionar um lar que conte com todas estas características. Além disso, sua natureza leva-os a se sentirem caçadores e presas ao mesmo tempo, fato que lhes obriga a ter tudo completamente controlado. Apesar de sua condição de animal independente, requer de alguns cuidados e, sobretudo, atenção para ser feliz e não sofrer um estado de estresse.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como reduzir o estresse do meu gato, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como reduzir o estresse do meu gato

O que lhe pareceu o artigo?

Como reduzir o estresse do meu gato
Imagem: pixabay.com
Imagem: elgatoriodico.com
Imagem: pixabay.com
1 de 3
Como reduzir o estresse do meu gato

Voltar ao topo da página