Partilhar

Como saber se o meu gato tem cinomose

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como saber se o meu gato tem cinomose

A cinomose em gatos é uma doença viral produzida pelo vírus do parvovírus felino. Trata-se de uma condição muito séria que pode comprometer gravemente a saúde de seu mascote, por isso, perante a presença dos primeiros sintomas o mais recomendável é de imediato a um veterinário. Mas como saber se seu gato tem cinomose? Em umComo.com.br explicamos os principais sintomas desta doença e o tratamento que habitualmente é aplicado se o seu animal sofre dessa doença.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um gato com cinomose

O que é a cinomose felina?

A cinomose felina, conhecida medicamente como panleucopenia, é uma doença de contágio viral que afeta o sistema nervoso, digestivo e a medula óssea do gato, comprometendo de forma severa sua saúde e podendo conduzi-lo inclusive à morte.

Esta doença se contagia através do contato direto com o vírus, que pode ser encontrado em outro gato, na mãe do felino, no exterior, pois está presente no ambiente, ou em fluídos infectados como a água que o nosso animal bebe.

A cinomose felina é uma doença que pode ser prevenida se seguirmos o calendário de vacinação de nosso gato, especialmente se o mesmo é completamente doméstico. No entanto, em animais que se encontram em albergue de mascotes ou naqueles que saem de casa e transitam livremente tendo contato com outros felinos, pode ser mais difícil de prevenir.

Quais são os sintomas da cinomose felina

Os sintomas da cinomose felina apresentados na primeira etapa podem ser confundidos com os de outras condições, como uma intoxicação ou uma infecção. No entanto, é bom que esteja consciente de que por si só, estes sinais são alarmantes o suficiente para que você leve o seu gato ao veterinário, por isso não convém esperar muito tempo até que os sintomas avancem.

Durante os primeiros dias de contágio seu gato pode apresentar:

  • Diarreia grave;
  • Vômitos;
  • Febre;
  • Falta de apetite;
  • Apatia e tristeza;
  • Secreção nasal;
  • Desidratação.

Se o vírus continua avançando, então seu animal pode manifestar:

  • Convulsões.
  • Ataques a si mesmo, mordendo sua cauda ou diferentes partes de seu corpo. Ambos os sintomas ocorrem em uma etapa crítica da doença.

O que fazer se penso que meu gato tem cinomose?

É bom compreender que sempre que o gato apresenta algum sintoma de doença, por exemplo diarreia grave, febre ou vômitos que não diminuem depois de 24 horas, devemos levá-lo de imediato a um veterinário para uma consulta.

A cinomose não é um vírus que desaparece por si só, pelo contrário é um vírus que pode matar seu animal rapidamente, por isso, se suspeita que seu gato tem cinomose, deve levá-lo o quanto antes ao veterinário.

Tratamento da cinomose felina

A cinomose felina é muito comum em gatos com menos de 5 meses, principalmente naqueles que não foram vacinados contra a panleucopenia, nos gatos doentes e naqueles que estão em contato direto com outros felinos que podem contagiá-los, algo muito comum nos animais de albergue ou nos gatos de rua.

Não existe um tratamento próprio para a cinomose felina já que nenhum medicamento pode eliminar o vírus. No entanto, a atenção médica centrada em reduzir os sintomas, hidratar o animal e ajudar sua recuperação, pode salvar sua vida. Após superar os primeiros 5 dias com cinomose, suas possibilidades de sobreviver aumentam. É fundamental visitar um especialista para receber as recomendações e medicamentos apropriados para tentar lutar contra este vírus.

Como prevenir a cinomose felina

A melhor forma de prevenir a cinomose felina é vacinando o animal contra o vírus da panleucopenia, que se encontra entre as vacinas obrigatórias presentes no calendário de vacinação recomendadas para garantir a saúde de seu gato.

Se você tem vários gatos e algum deles contraiu este vírus, será importante isolá-lo em um ambiente agradável, mas afastado dos outros animais para evitar o contágio. Consulte seu veterinário a respeito das medidas mais convenientes para pôr em prática e prevenir que o resto de seus gatos contraiam cinomose.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se o meu gato tem cinomose, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
Barbara Cristina de oliveira
Minha gatinha está mancando ,mas mexe as patas trazeira normal,mas não anda normal queria informações sobre esse fato que está acontecendo com ela .
Nídia Figueira (Editor/a de umCOMO)
Oi Barbara! Se a sua gatinha está mancando é porque ela tem alguma lesão nessa pata. Ela pode ter sofrido algum trauma ou ter alguma ferida. É importante que ela seja vista por um médico veterinário que assegure que não está nada quebrado e que prescreva o tratamento mais adequado.
edilene
meu gato morreu desta doença como faço pra prevenir os outros gatos que tenho em casa pra que eles não peguem o vírus da cinomose
Editor umComo.com.br
Oi Edilene! Lamentamos muito o sucedido. Infelizmente, esse vírus é muito comum, já que ele é altamente transmissível através de contato indireto entre as fezes do animal portador e o animal saudável. A vacinação é a única arma que temos contra esta doença. Um grande abraço de força por parte de toda a equipa do umComo!
Leticia Paz
A Cinomose é transmitida de gato para gato ou pode pegar de um cão para um gato? E o vômito pode conter sangue ou não?

Como saber se o meu gato tem cinomose
Como saber se o meu gato tem cinomose

Voltar ao topo da página