Partilhar

Como tratar a ansiedade nos gatos

Por Redação umCOMO. Atualizado: 4 dezembro 2019
Como tratar a ansiedade nos gatos

Se percebeu que o seu gato sofre de ansiedade é o momento de tomar medidas para tratar esse estado que pode prejudicar a saúde do seu pet. A ansiedade é um transtorno que pode surgir por diversas causas e uma vez detectados os primeiros sintomas, é importante prestar atenção ao seu gato para compreender a origem deste problema de saúde e encontrar uma solução. Em umComo.com.br contamos para você como tratar a ansiedade nos gatos.

Também lhe pode interessar: Como saber se meu gato tem ansiedade
Passos a seguir:
1

Para tratar a ansiedade em um felino o mais recomendável e eficaz é usar técnicas de modificação de comportamento e mudanças no meio. A chave está em identificar a causa da ansiedade, por isso terá que realizar uma pesquisa detalhada para encontrar o motivo do estresse ambiental para eliminá-lo ou diminuir a influência negativa que tem sobre o seu gato.

Em umComo ajudamos-lhe para que saiba se o seu gato tem ansiedade.

2

Deve proporcionar um espaço muito completo ao seu gato onde possa descansar e se mover por zonas elevadas dentro de casa. Há muitas opções para que o seu gato seja estimulado: pode montar uma árvore para arranhar, fabricar uma escada para a parede, plataformas elevadas com redes, arranhadores para trepar, estas são só algumas das opções amenas para o seu gato.

Deve motivar o seu gato para que procure a comida, especialmente a úmida. De vez em quando pegue na sua ração favorita, esconda em alguma zona da casa com dispensadores para estimular a sua curiosidade e para se por a rastrear. Também pode incentivar o seu instinto de caçador pondo comida em uma caixa de papelão com buracos, através dos quais o seu felino possa caçar a sua comida.

Este tipo de rotina irá ajudá-lo manter-se ativo e a racionar a comida se o seu gato estiver acima do peso. Se tiver mais de um gato, deve ter sempre uma caixa ou dispensador por pet.

Como tratar a ansiedade nos gatos - Passo 2
3

Outra das técnicas para tratar a ansiedade de um gato é que sempre tenha à sua disposição água fresca e limpa em vários pontos da casa. Deve pôr a água em tigelas largas para que o seu gato beba com comodidade. Se, além disso, o seu felino gosta de beber da torneira, é muito recomendável que lhe compre alguma fonte de água que o deixará totalmente louco e ainda por cima estimulará a sua curiosidade para que beba mais.

Também deve ter em casa um ou mais arranhadores nas zonas onde o seu gato passe mais tempo, especialmente perto das áreas onde o seu gato descansa ou dorme. A sua caixa de areia deve estar limpa, acessível e afastada tanto da comida quanto da água. E é importante que use areia que não tenha nenhum cheiro e seja aglomerante.

Como tratar a ansiedade nos gatos - Passo 3
4

Outra das dicas para tratar a ansiedade do seu gato é que esteja ativo e, para isso deve fomentar os seus hábitos de brincar. Deve dar novos brinquedos e se possível nunca ao mesmo tempo, assim irá proporcionar divertimento constante e frequente ao seu felino, assim nunca se cansará e estará muito estimulado. É interessante que você compre brinquedos com erva-de-gato para incentivar a sua atividade e seu interesse.

Um conselho que podemos dar a você é evitar entrar em contato excessivo com seu pet. Deve deixar que seja o seu felino a decidir o contato que deseja manter com você. Há gatos que adoram as carícias e outros que nem tanto; deve respeitar o seu espaço e as suas vontades de estar ou não em contato. O período de socialização dos gatos com o ser humano produz-se desde a segunda semana de vida até à oitava, se nesse momento o gato não teve muito contato humano, pode ser difícil de ser manipulado e pode ser que tolere menos.

Como tratar a ansiedade nos gatos - Passo 4
5

À parte das técnicas para modificar o meio, também são muito eficazes os feromônios. A aplicação de feromônios sintéticos F3 no ambiente que habita o gato é um remédio muito usado para tratar a ansiedade e o estresse.

Costuma existir em formato difusor e em spray, se usar o difusor deve ligá-lo no maior quarto da casa e, quando passar o tempo, trocar. Se usar em spray, deverá aplicá-lo como um ambientador várias vezes ao dia nas zonas da casa que considerar necessário. Os feromônios são muito práticos quando o seu gato ficar separado de você durante vários dias e assim evitar possíveis quadros de estresse.

Como tratar a ansiedade nos gatos - Passo 5
6

Outra das formas de tratar a ansiedade é com remédios ansiolíticos. Esta opção sempre deve ser a última porque tanto os feromônios quanto as mudanças no meio costumam ter grandes resultados. Dar medicamentos por via bucal ao seu gato por longos períodos de tempo é complexo, sobretudo em gatos que sofrem de estresse. De fato, dar medicação é por si um ato que provoca muito nervosismo nos gatos e pode chegar a piorar o estado do seu gato.

Existem muitos remédios no mercado para tratar a ansiedade e a duração é variável e sempre deverão ser prescritos por um veterinário:

  • Entre 0 e 3 semanas serve para regular, se não se realizou uma terapia comportamental.
  • Entre 3 e 6 semanas conseguem-se estabilizar os efeitos.
  • Com mais de 6 meses atua-se em um nível bem mais profundo sobre os padrões cognitivos, ainda que possam ter recaídas em casos crônicos.

Em geral, recomenda-se entre 1 e 3 meses para começar a notar algum tipo de melhoria. No que diz respeito à medicação, é um assunto que deve ser tratado com o seu veterinário de confiança, ele estimará o período de tratamento oportuno e a medicação necessária.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar a ansiedade nos gatos, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como tratar a ansiedade nos gatos

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar a ansiedade nos gatos
1 de 5
Como tratar a ansiedade nos gatos

Voltar ao topo da página