Partilhar

O que fazer quando seu animal de estimação morre

Por Diana Oliveira. Atualizado: 16 janeiro 2017
O que fazer quando seu animal de estimação morre

Os animais de estimação são cada vez mais um elemento familiar em muitos lares. Mantidos geralmente dentro de casa ou quintais, estes animais domesticados são da responsabilidade de quem os tem. Os mais populares são o cão e o gato, mas existem muitos outros. Infelizmente os animais de estimação vivem muito menos tempo do que os seus protetores e as despedidas são comuns. A principal preocupação da sociedade em relação à morte dos animais de estimação se prende com a transmissão de doenças, quer ao homem, como aos restantes animais. Além de entrarem em processo de decomposição, muitos animais morrem por contaminações de doenças que são transmissíveis e que continuam a causar perigo para a saúde pública. A hora da despedida é difícil e nem todos sabem o que fazer. As emoções são muitas, mas você tem de pensar no melhor para o seu pet e para a sociedade. Para o ajudar, o umComo mostra-lhe o que fazer quando seu animal de estimação morre.

O que fazer?

Companheiros, amigos e fiéis. Os animais são já considerados família em muitas casas. A perda de um animal de estimação é um momento de grande tristeza para o lar. Mas infelizmente ainda existem casos de desrespeito por um ser tão fiel. Muitos são jogados no lixo, em rios, matas ou em outros locais impróprios. Um ato desumano que acarreta também sérios riscos para a saúde pública. Na hora da morte do seu animal existem várias opções dignas que pode tomar: clínicas veterinárias, crematórios especializados ou mesmo um cemitério para animais. Conheça as opções em seguida.

Clínica veterinária

Pode recorrer a uma clínica veterinária para o ajudar depois da morte do seu animal de estimação. Cremar ou enterrar? A escolha é sua. A menos que o seu animal tenha morrido por uma doença que seja transmissível, nestes casos é obrigatório ser cremado. A cremação é a solução mais higiênica e segura.

As prefeituras recolhem todo o lixo hospitalar gerado nas clínicas veterinárias, onde estão incluídos os cadáveres de animais. Posteriormente esse material é incinerado ou enterrado nos aterros sanitários.

O transporte do seu animal de estimação pelas prefeituras não tem custo, no entanto muitas clínicas cobram um taxa pelo tempo que o corpo do animal permanece até ser recolhido.

Cremar o animal de estimação

Levados pelas prefeituras os cães são cremados em conjunto. Se você quer um serviço diferente e personalizado, pode recorrer a crematórios especializados. Lá eles oferecem a possibilidade de cremar o seu pet individualmente e, se desejar, ainda pode levar as cinzas colocada em um urna. O processo é um bocado mais caro do que deixar o seu animal de estimação para ser cremado no veterinário, mas vale a pena se quiser ficar com uma memória do seu bichinho. Além disso, a cremação é sem dúvida a melhor opção para evitar a transmissão de doenças.

Cemitério para animais

Cada vez mais conhecidos, os cemitérios para animais são uma opção para milhares de donos. São espaços bonitos e cuidados, onde a saúde pública é priorizada através das exigências da vigilância sanitária. Nos cemitérios para animais você pode enterrar as mais diversas espécies. Se quer dar um cantinho exclusivo ao seu animal esta é um ótima opção. Uma das particularidades destes espaços é que você já pode mesmo oferecer um velório ao seu animal de estimação. Um adeus respeitado ao seu bichinho.

No entanto esta é uma das opções mais dispendiosa, tendo um custo médio a alto, dependendo das opções que escolher.

O que fazer quando seu animal de estimação morre - Cemitério para animais

Enterrar o pet por conta própria

É muito comum os donos quererem enterrar os seus animais no terreno de casa. É sem dúvida um gesto de carinho e admiração pelo seu animal, mas é bastante perigoso para a saúde. Depois de morto, o corpo do animal entra em decomposição. Ao enterrar o seu pet no terreno de casa corre o risco de contaminar o solo e o lençol freático, levando à transmissão de doenças. Na hora do adeus é preciso controlar a emoção, e pensar em função do que é mais correto e seguro no âmbito da saúde pública de todos nós.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que fazer quando seu animal de estimação morre, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre O que fazer quando seu animal de estimação morre

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Luiz Almir Palmas
Olá!!! Tenho interesse em construir um cemitério para pequenos animais, porém tenho receio que não consiga vender.

O que fazer quando seu animal de estimação morre
1 de 2
O que fazer quando seu animal de estimação morre

Voltar ao topo da página