Partilhar

Os cães sentem as emoções humanas?

 
Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Os cães sentem as emoções humanas?

Quem vive com estes animais não hesitaria em afirmar de imediato que os cães sentem as emoções humanas e que seus animais, efetivamente, se aproximam deles naqueles momentos que estão tristes, desanimados ou apáticos, como se soubessem que alguma coisa não está bem.

Mas ainda que a experiência dos donos seja importante, a ciência queria comprovar o funcionamento cerebral dos animais perante estímulos como o riso ou o choro humanos, tudo com o objetivo de determinar se, efetivamente, existe um reconhecimento destas emoções além da mera curiosidade. Se você se estiver perguntando se os cães sentem as emoções humanas? Continue lendo porque neste artigo de umComo.com.br vamos explicar.

Também lhe pode interessar: Por que os cães abanam a cauda

A resposta à grande pergunta

Quem convive com cães sabe que seu pet sempre se aproxima quando chora, quando está triste e até quando está apático ou doente. Mas até agora muitos cientistas sustentavam a hipótese de que os cães o faziam realmente por curiosidade e que não eram capazes de perceber ou simpatizar com as emoções humanas como nós fazemos.

No entanto, diferentes estudos têm demonstrado que esta crença é falsa e que, efetivamente, os cães sentem as emoções humanas e são capazes de distinguir entre um riso, o diálogo normal ou o choro. Isto explica por que seu pet se aproxima e procura consolar você quando percebe que alguma coisa não está bem, lembremos que os cães, depois de séculos de domesticação, tendem a ter uma atitude submissa perante os seus donos, especialmente se perceberem alguma emoção fora do comum.

Os cães sentem as emoções humanas? - A resposta à grande pergunta

Estudos interessantes que comprovam esta teoria

Diversos pesquisadores quiseram comprovar como reagem os cães perante diferentes estímulos relacionados com os seus donos, motivo pelo qual se realizaram diferentes estudos que nos permitem fazer uma clara ideia.

Ressonância para determinar as reações olfativas

O neurocientista Gregory Berns da Universidade de Atlanta decidiu utilizar pela primeira vez a ressonância magnética para avaliar como reagia o cérebro do cão perante os cheiros familiares e os desconhecidos. Assim, conseguiu demonstrar que o cérebro do cão ativa uma zona conhecida como núcleo caudado, o centro de recompensa cerebral, quando cheira aromas que lhe são familiares e que não apresenta esta mesma reação ao cheirar pessoas desconhecidas.

No cérebro humano o núcleo caudado é a zona que reage perante estímulos como o amor ou a beleza, portanto, é interessante que o cão possa reagir mesmo nesta zona ao perceber os cheiros de sua casa ou de seus donos.

Mas e como reagem ao choro das pessoas?

Com este estudo de base, uma equipe da Universidade Eotvos Lorand de Budapeste, aplicou a ressonância magnética em 11 cães para observar a sua resposta perante 200 sons de humanos e cães, ao mesmo tempo em que fizeram o mesmo com 22 pessoas expostas aos mesmos grupos de sons. O resultado foi impressionante: a córtex auditiva de cães e humanos respondem da mesma forma perante os sons de risos ou choros, determinando que os animais são capazes de reconhecê-los tanto quanto nós.

Isto não quer dizer que humanos e cães compartilhem os mesmos sentimentos, mas sim, que os nossos animais podem distinguir claramente quando estamos felizes e quando não estamos, razão pela qual se aproximam de nós para nos acompanhar e demonstrar o seu carinho quando percebem que alguma coisa não está bem.

Outros testes

O departamento de psicologia da Universidade de Goldsmiths em Londres também conduziu uma pesquisa a este respeito. Com a ajuda de 18 cães, os seus donos e pessoas desconhecidas, avaliou-se a reação dos animais perante o choro.

Nesta pesquisa, alguns participantes simulavam durante 20 segundos falar de forma normal, enquanto outros pretendiam estar chorando. Quando a pessoa observada falava, o cão não manifestava nenhuma reação, no entanto, quando os participantes começavam a chorar a maioria dos cães reagiu de forma similar: aproximaram-se para tentar ter contato físico com eles e reconfortá-los, independentemente se era seu dono ou um desconhecido. Isto serviu para comprovar que, efetivamente, os cães se aproximam de nós quando choramos, tentando nos oferecer companhia ou apoio.

Agora já está claro, seu cão sabe quando chora e quer fazer você sentir que tem um amigo perto, sempre pronto para apoiar você.

Os cães sentem as emoções humanas? - Estudos interessantes que comprovam esta teoria

Se pretende ler mais artigos parecidos a Os cães sentem as emoções humanas?, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Os cães sentem as emoções humanas?

O que lhe pareceu o artigo?

Os cães sentem as emoções humanas?
1 de 3
Os cães sentem as emoções humanas?

Voltar ao topo da página