Partilhar

Como escolher a ração para um cão com displasia

Por Redação umCOMO. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como escolher a ração para um cão com displasia
Imagem: gopetplan.com

A escolha do alimento de nosso cão é sempre uma tarefa que deve ser feita com base em cada raça e animal, mas é ainda mais importante em casos com necessidades especiais. É o caso dos cães com displasia, um problema nas articulações produzido especialmente no quadril e em raças grandes, mas que também pode ocorrer em cães menores. Por isso, neste artigo de umComo, vamos dar alguns conselhos sobre como escolher a ração de um cão com displasia.

Passos a seguir:
1

A displasia é uma doença que afeta normalmente as articulações de cães de raças grandes e gigantes como: Pastor Alemão, São Bernardo, Grande Dinamarquês, Rottweiler, Labrador...

Este fato é devido às suas grandes dimensões e peso, mas a displasia também pode ocorrer em outras raças menores. Caso acredite que seu animal de estimação esteja sofrendo desse mal, recomendamos consultar nosso artigo sobre como saber se meu cão tem displasia de quadril.

2

Entre os cuidados de um cão com displasia, a alimentação é de extrema importância, já que deveremos lhe administrar todos os nutrientes necessários para manter as articulações e os ossos nas melhores condições.

Ainda que o fator genético tenha um peso muito significativo, administrar uma alimentação adequada ajudará o nosso animal de estimação a lidar melhor com a displasia. Também é indispensável manter o cão em seu peso ideal, evitando o sobrepeso que danificará ainda mais as articulações.

3

Deste modo, não é válido qualquer tipo de alimento, uma vez que os cães com displasia deverão comer uma ração para cães específica para animais com problemas articulares. O seu cão também não deverá ser alimentado com restos de sua comida nem doces como prêmio, já que serão prejudiciais para sua saúde.

4

A ração especial para cães com displasia deve ser caracterizada por ser rica em ácidos graxos ômega 3 e 6, com abundantes antioxidantes, baixa em gordura e fibra, com moderadas proteínas. Em qualquer dos casos, o seu veterinário ou a loja de animais poderão indicar o que melhor se adapta ao seu cão.

5

Também é indispensável destacar que foi demonstrado que as dietas para cães ricas em cereais provocam uma secreção prolongada de insulina e inflamam as articulações. Deste modo, à medida que o tempo passa, poderão acarretar consequências para o animal, particularmente graves para os que sofrem de displasia.

6

Destaca-se que, pode acontecer o seu cão não chegar a se adaptar à ração específica para animais com displasia, porque está muito habituado àquele que tem comido sempre. Nesses casos, existe a possibilidade de administrar-lhe algum comprimido regenerador de ossos e articulações para evitar uma deterioração prematura. O veterinário poderá assessorá-lo acerca deste tipo de complementos para os cães com displasia.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como escolher a ração para um cão com displasia, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como escolher a ração para um cão com displasia
Imagem: gopetplan.com
Como escolher a ração para um cão com displasia

Voltar ao topo da página