Partilhar

Como alimentar um gato recém-nascido

Como alimentar um gato recém-nascido

“Aaaaai que coisa mais linda, coitadinho, é neném ainda.” É inevitável dizer essa frase quando se encontra um gato recém-nascido na rua ou onde quer que seja e ainda mais sem a mãe dele. Um gato filhote é como um bebê humano mesmo, não vai saber se cuidar sem a ajuda da mãe ou de quem quer que seja. Além disso, muita gente tenta pegar para cuidar e acaba não tendo informação o suficiente para alimentar o animal nessa idade e acaba errando nas doses de comida e leite que deve fornecer ao felino. É normal, a gente age por impulso e já sai dando o que vê pela frente com medo de acontecer algo com o animal. O certo mesmo é procurar quem entende, mas a gente ensina os primeiros passos disso tudo. Leia este artigo do umCOMO sobre como alimentar um gato recém-nascido.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um gato recém-nascido 

Como alimentar filhote de gato

A primeira coisa que a gente imagina que é correto dar de alimento aos filhotinhos, é o leite, certo? Certo. Só que o que não podemos fazer de jeito nenhum é dar leite de vaca pra ele. É bem provável que aconteça um problemão no organismo dele, pois esse tipo de leite dá diarreia e deixa o animal desidratado com facilidade, o que vai levá-lo à morte. A dica é dar leite de outra gata que tenha dado cria há pouco ou usar um produto chamado sucedâneo, que substitui os componentes do leite da mãe. É bem fácil de encontrar em petshops.

Dá pra fazer uma mistura em casa mesmo, caso a grana esteja curta ou não encontre. Claro que o aviso que fica é: se não achar mesmo e isso for emergencial. Pegue leite integral de caixa (mais ou menos uns 80 ml), misture 4ml de creme de leite e gema de ovo. Ferva tudo isso e, no fim, quando estiver morno, adicione uma colher de chá de café mel karo.

Feito isso, tente adquirir uma mamadeira para gatos filhotes, ou uma seringa (sem agulha, né?) esterilize e coloque o alimento dentro. Agora é só apertar na boca do gatinho, de preferência com ele de barriga para baixo. É que ele pode engasgar se estiver de barriga para cima. Espere ele tomar tudo e guarde a seringa limpa para depois. O correto é, dependendo da quantidade de dias de vida que o gato tem, alimentá-lo a cada 3 horas. No dia, ele tem que ter ingerido mais ou menos 40 ml por dia.

Dica: Confira também como cuidar de um gato de rua nesse artigo.

Gato recém-nascido que não mama

Se os gatos têm a mãe, de certo vão conseguir mamar até mais ou menos 8 semanas. O que é normal para o filhote até se desvencilhar desse tipo de alimento. Acontece que são muitos os filhotes que uma gata pode ter e alguns deles têm dificuldade de mamar durante esse período por se sentirem atrapalhados pelos irmãos. Se o gato recém-nascido não mama, você vai perceber isso de maneira visível. Ele vai gemer muito (e muito alto), vai ficar mais desidratado que os outros, ganhando menos peso. Se isso acontecer, use a técnica da seringa e da mistura caseira de sucedâneo. Ou, novamente, leve-o a um veterinário o mais rápido que puder. Ou seja, aquela história de que os gatos já nasceram pobres, porém livres é meio balela, né? Precisa de ajuda até para mamar.

Como alimentar um gato recém-nascido - Gato recém-nascido que não mama

Como funciona a alimentação de um gato filhote 1 mês

Quando chegar a um mês, o gato já vai ter crescido um pouquinho e vai começar a ter alimentações e hábitos diferentes. É até importante que você saiba como educar um filhote de gato, eles são bem agitados nessa época. O animal quando atinge a quarta semana de vida, deve ser alimentado de 2 a três vezes por dia. Ele vai mamar mais com a mesma mistura ou com o leite da mãe. Só que agora é hora de começar a lhe apresentar a água. É quase certo que ele vá beber. Ah, a quantidade de leite aumenta um pouco. Vai variar de 25 a 30ml. De resto, é só esperar seu gato dormir após cada mamada, te fazer dar boas risadas quando acordado ou até te deixar maluco com a bagunça.

Como alimentar um gato recém-nascido - Como funciona a alimentação de um gato filhote 1 mês

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como alimentar um gato recém-nascido, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como alimentar um gato recém-nascido

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Monica
Oi boa tarde eu acho que foi por causa do leite que dei pra ela no primeiro dia mais agora já esta tudo normalizando obrigada pela ajuda vcs me ajudaram bastante
Monica
Estou preocupa peguei uma gatinha 17/03 ela estava mamando ainda mais está grandinha acho que tem 2 meses dei ração p filhote e água e uma caixinha com areia mais até agora ela não fez nem xixi nem coco eu coloquei ela no quintal p ver se ela fazia mais ela senta e não faz nada é normal por ela ser bebê
Editor umComo.com.br
Oi Monica! Pode ser preciso estimular para que ela faça, tal como faria a progenitora. Passe levemente um pano molhado com água morna na zona genital dela para tentar que ela urine e defeque. Se ela continuar sem fazer as necessidades, você terá de consultar um médico veterinário, pois é muito perigoso ela estar tanto tempo assim.
monica
Oi bom dia obrigada pelo retorno eu fiz isso passei um algodão nas genital dela ela fez ela defecou deu certo mais não fez o xixi. Hoje ela fez coco sozinha sem ajuda do algodão úmido mais nada de xixi será que tenho que levar ela no veterinário
Editor umComo.com.br
Oi Monica! Quando passou o algodão ela defecou? Era úmido? É possível que tenha urinado e defecado ao mesmo tempo? Ela tem bebido água? Se ela continuar sem urinar o melhor mesmo é ir no veterinário para assegurar que está tudo bem.
Monica
Bom dia então rsrs ela fez xixi mais agora é outro problema está com dor de barriga está fazendo mole água e mia bastante quando vai fazer será que é por causa da ração pois só dou ração e água p ela
Editor umComo.com.br
Oi Monica! Ela apresenta sinais de dor e nesse caso precisa ser vista por um veterinário porque a defecação normal não deveria provocar dor.

Como alimentar um gato recém-nascido
1 de 3
Como alimentar um gato recém-nascido

Voltar ao topo da página