Partilhar

Como os peixes respiram

 
Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como os peixes respiram

Os peixes, assim como os mamíferos e os restantes animais que povoam a terra, precisam de oxigênio para poder sobreviver e realizar todas suas atividades. Para nadar, reproduzir-se, comer, etc., precisam de grandes níveis de energia e oxigênio que não podem conseguir através do ar.

Bem como nós não podemos respirar dentro da água sem nos afogar, os peixes, se estiverem tempo suficiente fora da água, também morrem. Então, como os peixes respiram?, de onde tiram o oxigênio? Em umComo.com.br vamos explicar para você como os peixes e outros animais aquáticos desenvolveram um complexo sistema que lhes permite obter os níveis de oxigênio necessários para viver, ainda que estejam embaixo da água.

Também lhe pode interessar: Como se deslocam os animais

Respiração dos peixes

Os peixes respiram através de uns complexos órgãos chamados brânquias, que na maioria das espécies se situa aos dois lados da cabeça, embaixo de uma membrana móvel que os protege e que se chama opérculo.

Dado que na água o oxigênio dissolve-se entre 30 e 40 vezes pior que no ar, os peixes e outros animais aquáticos se viram obrigados a evoluir de forma a que possam viver na água e obter o oxigênio que precisam.

Na maioria dos peixes este sistema são as brânquias, que através do chamado intercâmbio contracorrente, conseguem passar o oxigênio da água para seu sangue, para isso engolem água pela boca, forçando-a a sair pelas brânquias e ali, têm uma densa malha de vasos sanguíneos e fluxo sanguíneo que circula em direção oposta à água. Desta forma pode assegurar que otimizará ao máximo este intercâmbio, de fato, os peixes ficam com até 85% do oxigênio que contém a água que filtram.

Como os peixes respiram - Respiração dos peixes

As brânquias dos peixes

Como conseguem tirar o oxigênio da água? Ainda que já tenhamos explicado um pouco o funcionamento das brânquias, talvez seja um pouco complicado entender todo o processo.

Nos peixes ósseos modernos, cientificamente chamados teleósteos e que são a maioria na atualidade, a boca e a sua cavidade comunicam com umas aberturas na lateral da faringe, que se chamam fendas branquiais, a partir das quais se desenvolvem as brânquias. Estas estão protegidas pelos opérculos, as estruturas sólidas situadas de cada lado da cabeça, as típicas fendas nas laterais tão características dos peixes.

Entre as fendas branquiais passam umas estruturas curvas chamadas arcos branquiais, são duas fileiras de filamentos que se juntam formando um V. Destes filamentos nascem umas dobras ou lâminas secundárias, entre 10 e 40 cada mm, formadas por tecido e grande quantidade de vasos sanguíneos.

Desta forma, quando o peixe abre a boca, entra por ela a água cheia de oxigênio, esta passa através de toda esta estrutura e sai pelo opérculo, mas pela metade, circula em sentido contrário pelas lâminas, que vão segurando todo o oxigênio que podem.

Como os peixes respiram - As brânquias dos peixes

Outros métodos de respiração nos peixes

Pelos pulmões

Há no mínimo 400 espécies de teleósteos que utilizam o ar para respirar, a grande maioria peixes de águas doces, ainda que quase todos conservam também as brânquias e utilizam cada sistema como desejam.

A respiração pelos pulmões é usada quando o nível de oxigênio da água cai, como por exemplo quando sobe a temperatura, já que a uma temperatura mais elevada é necessário mais oxigênio.

No entanto, também há peixes que apenas respiram pelos pulmões, um exemplo disto é o Lepidosiren, uma espécie sul-americana que tem pulmões com dois lóbulos e brânquias muito simples, de maneira que precisam respirar ar se não quiserem morrer.

Pela pele

A maioria dos peixes, quando nascem e ainda não têm desenvolvidos os órgãos respiratórios, pegam o oxigênio através da pele, ainda que à medida que o animal vai crescendo e vai desenvolvendo as brânquias, a respiração pela pele vai se tornando mais residual. No entanto, em alguns peixes já adultos a respiração pela pele pode ser de até 20% da obtenção total de oxigênio.

Como os peixes respiram - Outros métodos de respiração nos peixes

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como os peixes respiram, recomendamos que entre na nossa categoria de O Mundo Animal.

Escrever comentário sobre Como os peixes respiram

O que lhe pareceu o artigo?

Como os peixes respiram
1 de 4
Como os peixes respiram

Voltar ao topo da página