Partilhar

Como tratar dor de estômago em um cachorro

Como tratar dor de estômago em um cachorro

É difícil saber quando o nosso cachorro está mal, a não ser que haja algum sintoma claro como sangue nas suas fezes ou em alguma outra parte, vômitos, diarreia ou tosse. Mas a verdade é que os nossos pets também sofrem de dores, como a dor de estômago. Por isso, se vir que o seu cachorro está comendo menos, perdeu o apetite ou se passa o dia deitado sem brincar sendo um cachorro ativo, é possível que tenha alguma doença. Se notar algum sintoma ou tiver visto que comeu algum objeto não desejado, o indicado é levá-lo ao veterinário. Se não o puder levar de imediato ou para aliviar esta dor, no umCOMO vamos lhe explicar como tratar dor de estômago em um cachorro.

Também lhe pode interessar: Como tratar picada de marimbondo em cachorro

Como reconhecer a dor de estômago nos cachorros

A dor de estômago nos cachorros não é muito diferente à das pessoas e pode se dever a várias causas, embora nos cachorros não seja muito comum. Reconhecer esta doença em um cachorro pode ser muito difícil, pois se os sintomas não forem muito evidentes, podemos não nos darmos conta.

Alguns dos sintomas que o seu cachorro pode ter se lhe doer o estômago são:

  • Letargia ou encontrá-lo demasiado cansado ou deitado a todo o momento.
  • Chora ou geme.
  • Postura anormal, como por exemplo, arqueando a parte da frente para resguardar o seu estômago.
  • Respiração pesada.
  • Inchaço no abdômen, que pode estar inclusive rígido.
  • Diarreia.
  • Vômitos.
  • Às vezes também se mordem ou lambem a zona.
  • O seu estômago ronca ou tem flatulências constantes ou muito mal cheirosas.
Como tratar dor de estômago em um cachorro - Como reconhecer a dor de estômago nos cachorros

Causas da dor de estômago nos cachorros

Algumas das causas que podem provocar dor de estômago no seu cachorro são:

Indigestão

É a causa mais comum e não costuma durar mais de um ou dois dias. Pode levar a cabo algumas ações na sua própria casa para o seu cachorro estar o melhor possível, mas o melhor é levá-lo ao veterinário quando notar algo anormal, sobretudo se os sintomas persistirem por mais de 24 horas ou encontrar restos de sangue nas fezes ou vômito.

Descubra neste outro artigo quais os alimentos que nunca deve dar a um cachorro.

Corpos estranhos

Muitos cachorros pegam tudo o que encontram na rua, e não só, se tiver filhos podem levar também os seus brinquedos à boca. Existem várias causas para o seu cachorro ter engolido algum objeto estranho, produto químico ou vegetal tóxico. E isto pode fazer com que lhe doa o estômago ou lhe cause vômitos. Neste caso o problema desaparecerá ao expulsá-lo através das fezes, embora às vezes seja necessário algum tipo de intervenção por parte do veterinário para o ajudar a expulsá-lo.

Dilatação estomacal

A dilatação estomacal ocorre porque o estômago se enche de ar, inchando de tal forma que pressiona as veias que levam o sangue com impurezas impedindo que esteja limpo e todas essas impurezas acabam por ficar estancadas no sangue. Isto costuma ocorrer em raças de cachorros grandes ou gigantes e ocorre em qualquer idade ou condição física do cachorro.

Pode acontecer porque é um cachorro que late muito, porque come depressa e entra ar, por fazer exercício depois de comer ou beber água depois de fazer exercício, entre outros. É uma condição bastante grave e se além de dilatação houver torção gástrica (o estômago torce sobre si mesmo), a situação piora.

Neste caso, notará alguns sintomas como abdômen dilatado, salivação excessiva, dificuldade para respirar ou o cachorro quer vomitar mas não conseguir. Neste caso, deve levar de imediato o seu pet ao veterinário porque é um caso grave. No umCOMO damos-lhe alguns conselhos para saber como evitar a torção de estômago nos cachorros.

Bactérias helicobacter

Tal como os seres humanos, os cachorros também podem sofrer da bactérias helicobacter, embora no caso dos animais não seja pylori mas sim heilmannti.

Como tratar dor de estômago em um cachorro - Causas da dor de estômago nos cachorros

Tratamento para a dor de estômago em cachorros

Quando se trata de uma indigestão, o melhor é deixar o animal repousar e não lhe dar de comer nas próximas 5 ou 6 horas para o sistema digestivo descansar. Além disso, deve se certificar que tem sempre muita água para se poder hidratar. Não deve forçar o cachorro a comer se não quiser.

Se vir que dando água, o animal vomita então racione a água em pequenas quantidades a cada meia hora. Se nas duas ou três horas seguintes de lhe dar água não vomitar, então pode dar-lhe outra vez acesso livre a ela. Se, pelo contrário, continuar vomitando, então o melhor é levá-lo ao veterinário.

Passadas umas horas, ou inclusive um dia sem comida, vá introduzindo-a pouco a pouco. É melhor começar por uma pequena quantidade de comida e, se possível, comprar alguma que seja baixa em gordura para digerir melhor. Há algumas comidas para cachorros específicas para uma boa recuperação.

Neste outro artigo do umCOMO explicamos-lhe como tratar a indigestão em cachorros.

Evitar os problemas digestivos do seu cachorro

Também pode evitar problemas digestivos no seu animal seguindo estas recomendações:

  • Dieta adequada e em quantidades adequadas. Uma comida de qualidade e adequada ao seu cachorro (raça, idade, estado de saúde) é imprescindível para evitar uma má digestão. Além disso, a quantidade adequada de comida também é fundamental para evitar as digestões pesadas. As quantidades adequadas de comida para um cachorro estão mencionadas nas embalagens dos alimentos caninos.
  • Evitar comer com rapidez. Quando um cachorro come depressa ingerindo uma grande quantidade de comida, seja por ansiedade, ou porque come assim, pode causar não só uma má digestão, como também entra muito ar no seu abdômen, o que pode ser grave. Se nota que o seu cachorro come depressa pode racionar-lhe a comida em duas partes e oferecê-la em um intervalo de 15 minutos. Também existem os chamados comedouros de dosagem lenta que são iguais aos normais mas com fendas (às vezes com forma de desenhos), que fazem com que o cachorro coma mais devagar.
  • Não realizar exercício físico depois de comer. Levar o seu cachorro a passear depois de correr ou levá-lo a correr ou a brincar é um erro, pois não deixa repousar o alimento no seu estômago. O melhor é descansar pelo menos meia hora.
  • Evitar dar-lhe ossos ou sobras da sua comida. Os ossos podem causar graves problemas gastrointestinais no animal e as comidas caseiras podem provocar más digestões.
  • Dietas para cachorros com estômago delicado. Os cachorros que sofrem de condições como gastrite, intolerâncias alimentares ou intestino irritável, devem seguir uma dieta específica. Para isso, há rações terapêuticas específicas.
Como tratar dor de estômago em um cachorro - Evitar os problemas digestivos do seu cachorro

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar dor de estômago em um cachorro, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como tratar dor de estômago em um cachorro

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Domingos Lourenço de souza
tenho um cao lavrador de 18 messes.ele aparece sintomas de diareia com sinais de sange e perda de apetite.que remedio caseiro é bom?
Editor umComo.com.br
Oi Domingos! A presença de sangue na diarreia do cachorro pode ser indicativo que algo de grave está passando com ele e é imprescindível um diagnóstico e tratamento veterinário. Caso se trate de uma situação pontual de diarreia sem a presença de sangue, pode ver algumas dicas caseiras neste artigo :https://animais.umcomo.com.br/artigo/como-tratar-da-diarreia-do-meu-cachorro-1610.html
A sua avaliação:
fernando
boa tarde, o meu cachorro engoliu uma meia kkk. faz dias que vemos que ele vomita e a engole novamente. o que fazemos para que ele possa vomitar novamente?
Editor umComo.com.br
Oi Fernando! Quanto tempo passou desde a última vez que o cachorro vomitou? As fezes estão normais e o comportamento do animal normal?

Como tratar dor de estômago em um cachorro
1 de 4
Como tratar dor de estômago em um cachorro

Voltar ao topo da página