Partilhar

Como tratar uma infecção urinária em gatos

Como tratar uma infecção urinária em gatos

Como a maioria dos animais de estimação, os gatos podem sofrer infecções de urina, sobretudo as fêmeas. O primeiro sinal que o dono do animal costuma detectar, é que o gato ou a gata urina poucas quantidades muitas vezes ao dia, e em certas ocasiões, a urina tem uma cor rosada, porque pode conter sangue. Se o animal apresenta sinais de que está com uma infecção urinária, você deve dirigir-se com ele para a clínica veterinária. O médico veterinário após determinar a origem da infecção urinária definirá o tratamento mais adequado. Por este ser um problema bastante comum nos gatos domésticos, o umComo escreveu este artigo para que você perceba como tratar uma infecção urinária em gatos.

Passos a seguir:
1

Uma infecção urinária define-se por uma colonização de zonas do sistema urinário, como os rins, ureteres, bexiga e uretra, por um agente infeccioso (na maior parte dos casos por bactérias, embora estejam descritos casos por fungos e vírus). Estas infecções podem ser simples ou complexas, isto é, se o animal apresenta unicamente uma infecção do trato urinário ou se por outro lado, apresenta esta infecção associada a outras doenças ou defeitos anatômicos.

Para determinar qual a origem da infecção, o médico veterinário irá recorrer a uma série de provas complementares nomeadamente análises sanguíneas, análises da urina e possivelmente uma ecografia (indicada para diagnosticar uma pielonefrite por exemplo) ou mesmo uma endoscopia (como em casos de possíveis anomalias das mucosas).

Depois de diagnosticar a origem do problema, o médico veterinário define o tratamento mais adequado que geralmente consiste em controlo dos sinais clínicos e a prevenção de possíveis complicações do tratamento.

Alimentação

A anorexia (falta de apetite) é um sintoma muito comum da maioria de doenças que afetam os gatos, entre elas as infecções de urina.

Uma boa alimentação ajuda a fortalecer o sistema imunitário do gato e, além disso, devido ao metabolismo dos gatos e a maneira que estes animais têm de obter energia através das reservas de gordura, o jejum é muito prejudicial para eles e pode ter consequências graves como alterações no fígado.

Para evitá-lo, existem complexos vitamínicos ricos em nutrientes disponíveis em centros veterinários e lojas especializadas que proporcionarão ao gato a energia que precisa, além de estimular o apetite (alguns). Consulte o seu médico veterinário sobre a pertinência da administração de um complexo destes.

Muitos destes produtos têm um bom sabor, facilitando que o gato os coma e, caso não o faça, podem ser colocados diretamente na boca com uma seringa (obviamente sem agulha) e muita paciência.

Em medicina humana está aconselhado o uso de sumo de mirtilos pois inibem a adesão de agentes infecciosos às mucosas. Porém, ainda não está provada cientificamente a eficácia deste tratamento adjuvante em animais.

Como tratar uma infecção urinária em gatos - Passo 1
2

Anti-inflamatórios não esteroides (AINES)

Alguns médicos veterinários podem optar pela utilização destes fármacos por um motivo duplo. Primeiro, para melhorar o estado geral do gato, já que são analgésicos e conseguem fazer com que o gato se sinta melhor; e segundo, porque seu efeito anti-inflamatório pode aliviar a cistite (inflamação da parede da bexiga da urina), frequentemente associada às infecções urinárias.

Deve estar ciente de que muitos destes medicamentos (AINES) podem chegar a ser muito tóxicos para gatos, sobretudo os usados na medicina humana (aspirina, ibuprofeno, paracetamol...), já que podem causar graves alterações na coagulação, além de problemas gastrointestinais e renais.

Na medicina veterinária, tradicionalmente usou-se como anti-inflamatório não esteroide para gatos o Meloxicam, com bons resultados.

Ainda que os corticoides sejam extraordinariamente úteis por seu alto poder anti-inflamatório, não se recomendam em doenças infecciosas, já que podem diminuir as defesas do animal, atrasando a cura.

3

Antibióticos

O papel dos antibióticos é fundamental nas infecções, já que são os encarregados de atacar o agente que causa o problema, as bactérias. Estes fármacos são a chave no tratamento de uma infecção urinária.

Idealmente, antes de utilizar qualquer antibiótico deve ser realizar uma prova de laboratório chamada cultivo, complementada com um antibiograma. Isto se faz tomando uma amostra de urina estéril (isto é, não contaminada) conseguida mediante cistocentese (punção da bexiga), que se cultiva para detectar o tipo de bactéria causadora. Uma vez conhecida a bactéria responsável do processo, realiza-se um antibiograma, que é um teste para saber que antibiótico em concreto é efetivo contra essa bactéria.

Na prática, muito provavelmente o médico veterinário terá de iniciar o tratamento antes de chegar o resultado do cultivo, optando por antibióticos de amplo espectro,isto é, úteis diante de um grande número de bactérias.

Nos casos de uma cistite aguda costuma ser feito um tratamento de 7 a 10 dias com um controlo após uma semana de parar o tratamento.

O aparecimento de resistências bacterianas é cada vez mais comum em Medicina Veterinária. Daí a importância de um uso controlado de antibióticos e em momento algum sem supervisão veterinária! Para além do uso descontrolado de antibióticos existem outros factores que contribuem para aparecerem resistências bacterianas (tornando cada vez mais difícil combater determinadas infecções):

  • Gênero do animal (mais nos machos)
  • Uso de fármacos imunossupressores
  • Presença de doenças subjacentes
  • Cirurgias prévias

Tratamento profiláticos

Em casos de reincidências constantes de infecções urinária, o médico veterinário pode considerar justificado a administração de antibióticos profiláticos, isto é, para evitarem que as infeções apareçam, como forma de prevenção. Este tipo de tratamento está normalmente reservado a animais que apresentem infecções mais do que 3 ou 4 vezes por ano.

Como tratar uma infecção urinária em gatos - Passo 3
4

Problemas associados. Algumas doenças, como os cálculos na bexiga, podem aumentar o risco de infecções. Nestes casos, é necessário tratar também estas doenças associadas e não se limitar só à infecção em si.

5

Recomenda-se que leve seu gato ao veterinário pelo menos duas vezes por ano para uma revisão.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar uma infecção urinária em gatos, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como tratar uma infecção urinária em gatos

O que lhe pareceu o artigo?
82 comentários
Fábia
Meu gato,tem dificuldade de urinar,mas urina e mia qd acaba,e a urina parece ter sangue, não muito.O que devo fazer? Tem algum medicamento?Ou levo na veterinária?Ele come bem,bebe água.É a primeira vez que acontece.
Editor umComo.com.br
Oi Fábia! Sim, o melhor é levar seu gatinho no veterinário para que ele possa fazer um exame físico. Pelo que você descreve, pode ser infecção urinária e pode necessitar de tratamento com antibióticos. Rápidas melhoras!
ANGELA MÜLLER
Minha gata tem 5 anos e meio, e tem 5 quilos. Esta é a segunda vez que ela tem infecção urinária e estou ministrando a ela o remédio BIOFLOXACIN 50mg (1/2 comprimido p/dia) Está correto???
Editor umComo.com.br
Oi Angela! Apenas o veterinário pode recomendar o melhor tratamento para a sua gatinha. Rápidas melhoras!
iriz oliveira de melo
o meu gato esta urinando so umas gotinhas, gostaria de saber se o sal amargo cura ou se tem outros remedios caseiros. obrigado desde ja pela atencao.


LUZIA 26.03.2018
Levei hoje à Clinica Veterinária o meu gato por estar sem urinar e de instante em instante se espremendo pra urinar e não consegue. ele ficou internado para ser sondado pois ele sente muita dor que nem conseguiu comer hoje.
mirian
ola. quando levei minha gata no vet. foi por ela estar com ausencia de pelos e nao quedas. fizemos os exames de pele e raspagens nao deu nada exames de sangue tbm nao deu nada.eu havia dito pra vet que a minha gata estava com aunina forte e ela miava as vezes quando ia urinar. pelo motivo da ausencia dos pelos mandou que tomase prednisolona(esta na segunda caixa) durante a medicacao ela para de se lamber e de se coçar. mas a urina continua forte. ontem fiz exame de urina nela e infelizmente deu infeccao de urina ecristais. a vet mandou que eu comprasse a racao da royal canam hipoallergrnic. agora estou em duvida se troco esta racao ou nao. pq se deu infecçao e cristais . raçao nao teria que ser pra infecçao. se puder me ajudar eu agradeco.
Editor umComo.com.br
Oi Mirian! Pelo que você refere, a ração hipoallergenic parece ser a mais adequada para tentar resolver o problema de pele dela. Relativamente à infeção, já estão fazendo um tratamento farmacológico?
JAQUELINE MEDINA
Olá tudo bem !!!minha gatinha hj acordou bem diferente ,ela esta urinando sangue ,mais em poucas quantidades e varias vezes por dia .Ela esta andando devagar e um pouco curvada ,,,, Ja levei ela no veterinário , ele já á medicou hj cedo mas ela ainda continua indo varias vezes na sua caixinha de areia ,e tristonha,gostaria de saber se isso é normal e quanto tempo demora para melhorar ? DESDE JÁ AGRADEÇO!!!!!
Arita nogueira de almeida
meu gato esta fazendo muito xixi acho que ta com infequicao o que faco pois nao tem condicoes de levar num veterinario mim ajude.
Editor umComo.com.br
Oi Arita! Você já experimentou as recomendações do artigo?
celeste
meu gato esta miando muito com dor e nao consegue urinar. nao sei oq faço e vomita os medicamentos
Editor umComo.com.br
Oi Celeste! Você deve contactar de imediato o veterinário que está acompanhando o caso para que possam fazer a medicação por outra via.
Adailton
Gostei do Assunto!
senilda dos anjos
boa noite ,minha gata tem 2 anos e esta prenha de 1 mes e com um calculo 1 sentimetro na bexiga e cistite, o medico me disse q para operar agora tera q aborta os filhote,nao quero fazer isso pois ela nunca teve gatinhos,ou operar depois q os gatinhos nascerem, oq eu faco? nao quero ariscar a vida de meu bichano; obrigda
Editor umComo.com.br
Oi Senilda! Neste momento o mais importante é a saúde da sua gata. Se o veterinário que está acompanhando o caso considerar que intervir cirurgicamente antes de nascerem os filhotes é a abordagem mais segura para ela, pondere essa possibilidade. De qualquer forma, esta deve sempre ser uma decisão sua e do seu médico veterinário avaliando os prós e os contras, assim como todos os riscos envolvidos.

Como tratar uma infecção urinária em gatos
1 de 3
Como tratar uma infecção urinária em gatos

Voltar ao topo da página