menu
Partilhar

Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim

Tem como animal de estimação um lindo diamante mandarim? É um pássaro muito peculiar, conhecido também pelo nome de Mandarim ou Zebra-finch. É uma espécie de ave passeriforme originária da Austrália, que se caracteriza por suas belas penas de cor creme e vermelhas no bico e nas patas. Se deseja conhecer melhor esta espécie de ave, recomendamos que continue lendo este artigo de umComo e descubra quais são as doenças mais comuns do diamante mandarim.

Passos a seguir:
1

Uma das doenças mais comuns é a inflamação intestinal ou enterite. Os sintomas que refletem esta doença são a diarreia, comportamento apático, emagrecimento e sonolência. A causa desta doença costumam ser alimentos em mau estado, mudanças repentinas de temperatura, germes como colibacilos, pasteurella e salmonela. A melhor forma de prevenir é tendo muito cuidado com a sua alimentação, principalmente prestando atenção especial à higiene do pássaro e de sua gaiola. Tente limpar sua casinha de forma frequente, desinfetar todos os acessórios, além de dar a comida apropriada, sempre em bom estado, e tratá-lo com um antibiótico de amplo espectro, seguindo sempre as recomendações do veterinário.

Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim - Passo 1
2

Outra doença habitual do diamante mandarim é a prisão de ventre. Os sintomas são dificuldade para evacuar, barriga inchada e inflamada e cloaca irritada. É habitual ver o pássaro movendo o rabo de forma contínua para baixo para expulsar as fezes. A causa deste problema é que a alimentação é muito seca e adstringente, além das possíveis mudanças repentinas de temperatura.

Para prevenir é preciso dar uma alimentação variada, equilibrada e rica em fibras. Prestar atenção às mudanças bruscas de temperatura. Para tratar a prisão de ventre é preciso mudar a alimentação e fornecer uma solução hidrossolúvel para regular o trânsito intestinal. Também pode ser útil proporcionar suplementos de carvão vegetal e óleo de fígado de bacalhau misturado com a ração.

3

A cloacite é outra doença comum do diamante mandarim. Refere-se à inflamação da cloaca e é uma doença que afeta mais as fêmeas. O sintoma mais claro é que o abdômen fica inchado, a cloaca avermelhada e existem problemas para defecar. As fezes também grudam nas penas do rabo e isso dificulta a inflamação. A causa são problemas de alimentação ou adaptação ao meio e, algumas vezes, são consequências de botar ovos. Para prevenir esta doença é preciso ter uma vida e uma higiene muito bem cuidadas. A forma de tratar é tentando limpar a zona profundamente, aplicando uma pomada com óxido de zinco e com uma alimentação saudável.

Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim - Passo 3
4

Outra doença entre as mais frequentes no diamante mandarim são os vermes intestinais. Os sintomas desta doença são sonolência, fragmentos brancos nas fezes e emagrecimento. A causa dos vermes são alguns parasitas como ascaridídeos, cestodes e capillaria; às vezes podem ser transmitidos através dos resíduos orgânicos. Se deseja prevenir este problema a melhor forma é cuidar da casinha de seu pássaro, prestar atenção à sua higiene e tentar oferecer uma alimentação saudável. O tratamento dos vermes é feito com uma ótima limpeza, fornecendo um vermífugo.

5

A acariose das penas é uma doença comum no diamante mandarim. Os sintomas são muito claros, o pássaro não para de se coçar, está inquieto, suas penas sem brilho e com uma espécie de caspa. A causa desta doença são parasitas externos como o ácaro, vermelho, cinza ou o piolho, que se instalam na gaiola e nos acessórios de seu pássaro. A melhor forma de prevenção é a limpeza e a higiene exaustiva. Para tratar é preciso desinfetar a gaiola e todos os objetos de seu diamante mandarim, além de aplicar um antiparasitário apropriado para pássaros.

Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim - Passo 5
6

A troca anormal das penas também é outro problema de saúde típico do diamante mandarim. Os sintomas são a queda das penas primárias e secundárias fora da época de muda, que costuma ser no verão. As carências alimentares e a falta de higiene são as causas que provocam este tipo de muda excessiva. A forma de prevenir este tipo de problema é com uma alimentação variada e equilibrada e, antes de mais nada, um meio muito higiênico. O tratamento adequado para acabar com o excesso de muda é a troca da alimentação, uma perfeita higiene do ambiente do pássaro e fornecer um complexo polivitamínico junto com a água.

7

O crescimento anormal do bico é outra doença comum no diamante mandarim. Como consequência, a parte superior do bico cresce de forma descontrolada; a causa deste estranho problema é a falta de osso de choco e carências dietéticas. Se deseja prevenir esta doença, o melhor que pode fazer é tentar oferecer uma alimentação saudável e equilibrada. Para reduzir o bico podem ser usadas algumas lixas especiais e dar ossos de choco inteiros ou esmagados junto com a ração.

Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim - Passo 7

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Catarina
Boa tarde, Tenho um casal, ele está no poleiro todo o corpo anda para baixo e para cima, como se tivessse feito uma corrida de vários km. É possível informar-me obg.

Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim
1 de 5
Quais as doenças mais comuns do diamante mandarim

Voltar ao topo da página