Partilhar
Partilhar em:

Sintomas de glaucoma em gatos

Passo a Passo
Avaliação: 5 (1 voto)
5 vezes partilhado
 
Sintomas de glaucoma em gatos

O glaucoma felino é uma doença que afeta os olhos dos gatos e que é causada por um aumento da pressão do fluído do globo ocular. Quando não existe nenhum problema ocular, costuma existir um intercâmbio de líquido entre o globo e a circulação venosa; mas se este equilíbrio de fluxo for alterado, a pressão acumula e pode chegar a causar uma inflamação. Quando a pressão do olho supera a arterial, o sangue deixa de entrar para nutrir a retina, o que pode levar a uma cegueira. Em umComo.com.br explicamos para você, com detalhes, quais são os sintomas de glaucoma em gatos para que o possa detectar a tempo e oferecer ao seu animal os cuidados veterinários necessários.

Também lhe pode interessar: Sintomas de cistite em gatos
Passos a seguir:
1

As infecções ou inflamações nos olhos são as causas mais frequentes do glaucoma adquirido ou secundário. Uma lente que está fora do alinhamento pode chegar a bloquear o fluxo de saída do humor aquoso.

O glaucoma congênito ou primário costuma ser muito pouco comum, mas foi observado em maior medida em gatos de pelo curto, como persas e siameses. O glaucoma felino pode estar associado a infecções sistêmicas como a toxoplasmose, a leucemia, a imunodeficiência felina ou o coronavírus. Esta condição pode evoluir até virar crônica, passando despercebida até que o globo ocular cresce.

2

Os sintomas do glaucoma dependerão do estágio em que se encontre a doença. Em estado agudo, o seu gato apresentará mudanças na cor da córnea devido ao edema, a pupila dilatada e fixa, o olho muito vermelho e uma certa deterioração visual. Um felino que sofre de glaucoma agudo terá sintomas como lacrimejo moderado ou o hábito de apertar de forma frequente; também observará uma certa vermelhidão na parte branca do olho.

Quando a pupila está afetada parece maior, endurecida, e notará dor ao pressionar a zona próxima do olho. Conforme a pressão do fluído aumenta para mais de 30 a 50 mmHg, o olho ficará ainda maior e começará a parecer um vulto; lembre-se que a pressão normal é de 10 a 20 mmHg. Com o tempo, a retina do olho do seu gato estará danificada, a lente será empurrada completamente ou inclusive para fora do seu alinhamento. Toda esta progressão pode ser repentina ou em uma questão de semanas.

3

Os sintomas do glaucoma subagudo são idênticos aos descritos anteriormente, mas variam de intensidade. Pode aparecer córnea azulada, dor ocular, deterioração visual e inclusive cegueira, deformidade e dilatação nas pupilas e olhos vermelhos.

Quando o estado do glaucoma felino é crônico, a dor é variável; pode haver edema corneal, pigmentos e problemas vasculares, olhos muito vermelhos, lente opaca, dilatação de pupilas, deterioração visual variável e crescimento do globo ocular. Em todos os casos de glaucoma, outro sintoma comum que pode perceber em seu felino é um comportamento depressivo e inclusive perda de apetite que acabe em anorexia.

4

Em muitos casos, pode ter um aumento de pressão sem sintomas. Este processo chama-se de hipertensão ocular, e não deve ser confundido com o glaucoma, apesar de um problema de pressão poder derivar e levar a esta doença ocular.

Por isso é muito importante um tratamento preventivo e, em alguns casos, eliminar a causa desencadeante dessa hipertensão, como o estresse, por exemplo. O diagnóstico prematuro é fundamental para que seu gato não perca a vista, por isso perante qualquer suspeita de glaucoma, vá ao veterinário.

5

Para diagnosticar glaucoma felino deve ser medida a pressão intraocular, além de examinar o interior do olho com um procedimento chamado gonioscopia para comprovar o fluxo de fluído fora do globo ocular e, inclusive, pode ser usado ultrassom. Deve-se fazer um esforço para estudar o problema e distinguir o glaucoma de outro tipo de doenças, como a uveíte e a conjuntivite felina, porque possuem sintomas similares. É muito importante para a saúde visual do seu animal começar com um tratamento o quanto antes para não sofrer de lesões retinianas irreversíveis.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento veterinário nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a levar o seu pet ao veterinário caso este apresente qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Sintomas de glaucoma em gatos, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Sintomas de glaucoma em gatos

O que lhe pareceu o artigo?

Sintomas de glaucoma em gatos
1 de 4
Sintomas de glaucoma em gatos