Partilhar

Como cuidar de cachorro idoso

Por Nídia do Carmo. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como cuidar de cachorro idoso

Depois de uma vida de aventuras, chega um momento na vida do cachorro em coisas simples como passear ou subir escadas são um desafio. Quando esse momento chega, muitos donos não sabem como adaptar os cuidados do cão à sua idade avançada, podendo até limitar os últimos anos de vida do pet. Por isso, é necessário aprender como cuidar de cachorro idoso para garantir que ele tem o conforto e a calma que necessita na velhice. Assim como as pessoas, os cães perdem certas habilidades quando envelhecem, sendo essencial uma atenção redobrada às suas necessidades. Faça os últimos anos da sua companhia serem os melhores, atendendo a alguns cuidados extra que pode aprender com esse artigo do umComo.

Também lhe pode interessar: Como alimentar um cão idoso
Passos a seguir:
1

Descanso

Uma das formas de cuidar de um cachorro idoso é garantir que o local onde ele dorme é confortável. Evite mantê-lo em locais úmidos e frios ou em locais demasiado quentes. Acesse esse artigo e descubra como saber se meu cão está com frio. A sua caminha deve ser colocada num local quente, sem vento e de acesso fácil. As superfícies muito ásperas ou duras podem provocar calos que infeccionam, por isso garanta que o acolchoamento é alto.

Se o pet está acostumado a dormir ou a pular na sua cama, saiba que na velhice o impacto do salto pode ser perigoso e doloroso. reeduque o seu cachorro para ficar numa cama de cachorro ou crie uma forma de suavizar a subida/descida da cama.

Dica: Construa uma escada para a cama usando travesseiros e caixas de papelão para suavizar a descida.

2

Escadas

Os sistemas sensoriais, o equilíbrio e a visão de um cachorro sofrem grandes dificuldades quanto ele atinge a velhice. Se a sua casa tem escada, o seu amigo corre perigo de cair ou se machucar. Impeça a passagem por zonas em que ele pode se ferir com portões ou cancelas nas extremidades. Isso garante a segurança do seu pet e causa menor esforço quando ele quiser perseguir você.

Como cuidar de cachorro idoso - Passo 2
3

Exercícios e passeios

Se o cão está acostumado a brincar com você e a fazer truques, não pare porque ele está envelhecendo. Ele vai gostar de ser tratado do mesmo jeito, mesmo que alguns jogos sofram pequenas adaptações.

Não limite os passeios, simplesmente mantenha um passo mais lento. Os cachorros velhinhos gostam de passear, só com uma velocidade menor. Se ele sempre puxava a guia, ele agora vai se habituar a caminhar a seu lado. Em dias muito quentes ou muito frios, evite o passeio.

4

Higiene

A higiene de um cão idoso é muito importante. Os banhos são bem-vindos, mas sem exagero. Eles removem a oleosidade natural dos cachorros que os protege de infeções e fungos. Os cachorros de pelo longo devem ser penteados todos os dias para distribuir esse óleo. Além de melhorar a saúde do pelo, a massagem melhora a circulação sanguínea. Escovar o animal também ajuda a manter a sua saúde controlada, sendo possível identificar problemas como parasitas ou tumores.

Como cuidar de cachorro idoso - Passo 4
5

Anticorpos

A vacinação do cão idoso é tão importante como a humana, pois nesta fase o corpo fica mais fragilizado e não se consegue defender dos vírus. A vacinação cria anticorpos que o protegem, por isso garanta que o animal é vacinado.

6

A balança

Alguns cães idosos necessitam de dietas especiais. Como eles são menos ativos, a sua necessidade de energia diminui e o alimento deve ser adaptado. Consulte o seu veterinário e peça para ele recomendar uma dieta adequada ao seu companheiro.

Como cuidar de cachorro idoso - Passo 6
7

Veterinário

Levar o animal idoso ao veterinário é muito importante. Ele deve ser consultado com maior frequência nessa fase, pois existem muitas doenças típicas da velhice canina. Problemas nos rins e no coração e câncer são um exemplo, e podem ser facilmente identificados com um exame de urina. Aposte nos exames de rotina do seu cachorro e garanta que a saúde dele está sendo controlada.

8

Atenção e amor

Um das melhores fórmulas para cuidar de um cão idoso é garantir que ele tem a atenção e o amor necessários antes de partir. Procure sempre identificar os sinais vitais normais dos cachorros para garantir que ele está bem. Além disso, retribua todo o amor que o seu cão lhe ofereceu durante a sua vida com doses extra de carinho. Ele agradece!

Como cuidar de cachorro idoso - Passo 8

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de cachorro idoso, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como cuidar de cachorro idoso

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Mara Alice
O Nicolau tem 13 anos ( já é idoso?) é srd próximo a um poldoo, ele esta com secreção constante sem sangramento no nariz, já fomos a 2 veterinários e já tratamos como alergia e não é a menos de um ano foi feito retirada de tártaro e retirada de alguns dentes em pesquisa na internet verifiquei que pode ser uma fistula na gengiva que provoca esta secreção voces pode apena me orientar sem me mandar consultar novamente um veterinário
Editor umComo.com.br
Oi Mara! Apenas pela secreção constante como você refere não conseguimos chegar a um diagnóstico para poder ajudar. Pode ser desde uma infecção respiratória até mesmo a fístula como refere. Todos os diferentes diagnósticos têm tratamentos diferentes, pelo que podemos aconselhar o tratamento para algo que não é e o seu cachorro continuar em sofrimento, para além de que podemos inclusive piorar o estado dele. Podemos aconselhar que faça vapores com folhas de eucalipto para ajudar a libertar as vias respiratórias.
Mara Alice Pires de Freitas
Gata pela orientação , assim que possível vou retornar ao vét para ver esta possibilidade da fístula

Como cuidar de cachorro idoso
1 de 5
Como cuidar de cachorro idoso

Voltar ao topo da página