Partilhar

Sintomas da gravidez psicológica em gatas

 
Por Redação umCOMO. Atualizado: 29 novembro 2017
Sintomas da gravidez psicológica em gatas

Um dos instintos naturais que menos podemos controlar é o da reprodução e, por isso, alguns dos nossos animais de estimação podem sofrer de gravidez psicológica ao não ser satisfeita essa necessidade vital de ter filhotes. Tanto cadelas como gatas podem desenvolver este tipo de gestação que é de índole mental, mas que pode originar transformações reais no corpo do animal.

Esta situação costuma acontecer nas fêmeas que não estão esterilizadas e, normalmente, ocorre de 3 a 6 semanas após o cio, pois é nesse momento quando se produz o hormônio que as prepara para a gravidez: a progesterona. Neste artigo de umComo vamos revelar os sintomas da gravidez psicológica em gatas para que aprenda a detectar se seu animal está passando por esta situação.

Também lhe pode interessar: Como cuidar da minha gata grávida
Passos a seguir:
1

As razões pelas quais uma gata pode ter uma gravidez psicológica são de caráter hormonal. Tal como referimos no início, todos os animais têm muito desenvolvido o instinto reprodutivo e, de fato, inclusive geram um hormônio (a progesterona) que é responsável por preparar o corpo do animal para receber seus filhotes. A liberação desse hormônio acontece durante as semanas após o cio, período em que a gata está receptiva para encontrar um macho; mas, se durante este tempo o animal não tiver sido fecundado, então é quando pode acontecer este tipo de gravidez pois o hormônio pode atuar por si só, preparando o corpo para alojar uns filhotes que, na realidade, não existem.

É por isso que, de forma genérica, a gravidez psicológica costuma acontecer em fêmeas jovens que não foram esterilizadas e, portanto, a sua natureza está preparada para ter filhotes.

Em umComo contamos para você como saber se a sua cadela tem uma gravidez psicológica.

Sintomas da gravidez psicológica em gatas - Passo 1
2

Saiba que, dependendo de cada animal, pode ser que algumas gatas tenham alguns sintomas e outras não. Além disso, a intensidade dos mesmos também dependerá de cada animal em questão, cada um vive a gravidez psicológica de um modo diferente.

De seguida, vamos listar os sintomas mais comuns que as gatas costumam têm em caso de gravidez psicológica:

Leite nas mamas

A progesterona prepara seu corpo para a reprodução e, portanto, é possível que comece a produzir leite nas mamas. Isso pode ser comprovado se detectar que estão mais inchadas ou, inclusive, se sair um pouco de leite. Neste caso será imprescindível que vá a um veterinário pois pode ser perigoso para a sua gata.

Mais apetite

Também é habitual que a gata peça para comer mais vezes por dia ou que termine sua ração bem mais rápido. Isso também tem a ver com a predisposição do seu corpo para acolher seus filhotes, pois a mãe toma mais nutrientes para permitir que nasçam fortes e saudáveis.

Abdômen inchado

Outro sintoma da gravidez psicológica em gatas pode ser que o animal tenha a barriga maior, como se, na realidade, seus filhotes estivessem se desenvolvendo. É um efeito que também se relaciona com o mesmo hormônio que muda o corpo para poder acolher a nova vida. Isso implica que seu animal pode chegar a ganhar peso.

Aparecimento de corrimento

Algumas gatas podem chegar a segregar fluxos vaginais pois seu órgão reprodutor prepara-se para o parto. Caso detecte esta mudança, também é recomendável que consulte um veterinário para tratar o animal.

Esconde-se com mais frequência

Este também é um comportamento habitual nas gatas que estão grávidas de verdade; fazem isso para poder procurar o ninho que usarão para o parto e para cuidar dos filhotes nos primeiros dias. Reservar-se em um lugar seguro e afastado de qualquer perigo é algo inato que estes animais têm e que podem realizar também quando a gravidez é de índole psicológica.

Uso de objetos como se fossem filhotes

O instinto maternal das gatas que vivem esta situação pode chegar a ser tão extremo que, finalmente, acabam pegando algum objeto da sua casa e tratam-no como se fosse um filhote. Notará que não se separa dele, que o lambe, mima e tenta dar de mamar.

Sintomas da gravidez psicológica em gatas - Passo 2
3

O que fazer se a sua gata estiver com uma gravidez psicológica? É importante que, assim que detectar alguns dos sinais que acabamos de mencionar, vá ao veterinário para que este profissional ajude a cuidar melhor do seu animal. Além disso, esta situação pode gerar alguns problemas, principalmente se a gata produzir leite, pois como não terá filhotes que bebam o leite materno, ele pode endurecer e ficar nas mamas produzindo problemas sérios como a mastite.

Para poder prevenir esta situação, o melhor que pode fazer é recorrer à esterilização. Com esta operação reduz-se este instinto natural do animal, melhorando assim sua qualidade de vida dentro de casa. Em todo caso, vale referir ainda que é possível que uma gata esterilizada tenha este tipo de gravidez, mas não é habitual; isso acontece quando a fêmea foi esterilizada pouco tempo depois do cio pois, como já dissemos, a progesterona é liberada semanas após este período, portanto pode seguir o seu curso.

Sintomas da gravidez psicológica em gatas - Passo 3

Se pretende ler mais artigos parecidos a Sintomas da gravidez psicológica em gatas, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Sintomas da gravidez psicológica em gatas

O que lhe pareceu o artigo?

Sintomas da gravidez psicológica em gatas
1 de 4
Sintomas da gravidez psicológica em gatas

Voltar ao topo da página