Partilhar

O que um cão com gastroenterite pode comer

O que um cão com gastroenterite pode comer

A gastroenterite é uma doença muito conhecida pelos humanos mas que também pode ser sofrida pelo nosso cachorro. Normalmente, os cachorros manifestam este problema após ingerir plantas ou alimentos tóxicos para eles, causando inflamação estomacal e intestinal e os incômodos sintomas que a acompanham. Ainda que algumas raças como o pastor alemão ou o boxer sejam mais propensas a ter este problema, qualquer cão, sem importar a idade, pode sofrer de gastroenterite. A alimentação é essencial para garantir que o animal melhore, por isso em umComo.com.br explicamos a você o que um cão com gastroenterite pode comer para acelerar a recuperação do seu animal de estimação.

Também lhe pode interessar: O que um cão com hepatite pode comer

Causas da gastroenterite em cães

Quando seu cão tiver sido diagnosticado pelo veterinário com gastroenterite, é muito importante entender as causas desta doença para evitar que se repita. Além das plantas e alimentos tóxicos que podem gerar inflamação no estômago e intestino de seu animal, existem outros hábitos que podem conduzir a esta doença:

  • Comer lixo ou alimentos decompostos: é muito importante que eduque o seu cão para evitar que faça isso.
  • Comer alimentos crus ou mal preparados que possam conter bactérias que causem a doença. O melhor é que o seu cão tenha uma dieta baseada em ração e comida especial para cachorros; se escolher cozinhar a sua própria comida, certifique-se de que as carnes estejam sempre bem preparadas e que sejam adequadamente manipuladas.
  • Comer brinquedos ou objetos estranhos: evite que seu cão mastigue tudo, e se ele estiver passando pelo processo de dentição, compre brinquedos adequados para evitar incômodos e garantir a sua saúde.
  • O contágio com bactérias ou fungos também podem originar esta doença.

Nos casos de gastroenterite comum, evite alimentá-lo

A gastroenterite comum em cães não representa um perigo para a vida do seu animal, mas é importante cuidar bem dele para que se recupere logo e para evitar quadros severos de desidratação. O diagnóstico de um veterinário é importante, mas se não for a primeira vez que seu cão passa por isso com certeza já saberá reconhecer a doença e poderá atuar.

É importante que durante os dois dias seguintes ao episódio evite alimentar o seu cão, deste modo garante que a inflamação do estômago e intestino se reduza e os sintomas desapareçam. Ainda que não dê alimentos sólidos, é importante hidratá-lo e nutrí-lo como explicamos no seguinte passo.

Hidratação constante

Um cão com gastroenterite tem que se manter adequadamente hidratado, pois os vômitos e a diarreia originam a perda de líquido e sais minerais que podem colocar a sua vida em risco. É possível que o veterinário hidrate o animal por via intravenosa, mas em casa você também deve dar os cuidados necessários, por isso recomendamos que:

  • Deixe ao alcance do cachorro água sempre fresca e limpa; troque duas vezes por dia para incentivar o animal a beber.
  • Se o seu cão não quiser beber água, ofereça pedras de gelo para que as lamba, ajudando-o a ficar hidratado.
  • Adicione um pouco de açúcar na água para atrair o seu cachorro e incentivá-lo a beber.
  • Para a nutrição e hidratação pode preparar um caldo de frango caseiro com água, frango, arroz e cenoura, sem sal, óleo nem nenhum tempero. Coe o caldo, separando o frango para dar ao animal mais tarde, e sirva em seu recipiente de água.

Se o cão mostrar sinais de desidratação severa, leve-o imediatamente ao veterinário.

O que um cão com gastroenterite pode comer

Após os dois primeiros dias à base de líquido e caldo, o melhor é começar com uma dieta leve até que o animal esteja completamente recuperado. Você pode optar por:

  • Dar ao seu animal frango cozido desfiado, sem pele nem ossos e preparado sem sal ou temperos.
  • Arroz branco ou a água de arroz nas primeiras fases também ajudam a manter o seu animal nutrido. Você pode misturar o frango desfiado com um pouco de arroz branco.
  • O alimento enlatado para cachorros, mais suave e com maior quantidade de líquidos, pode ser uma alternativa após dois ou três dias.

Quando o seu animal comer com apetite novamente sem vomitar ou apresentar diarreia, poderá voltar à dieta habitual; no entanto, tome as precauções necessárias para reduzir hábitos negativos do cachorro que possam aumentar a possibilidade de sofrer gastroenterite novamente. Diante de qualquer dúvida, consulte um veterinário.

O que um cão com gastroenterite pode comer - O que um cão com gastroenterite pode comer

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que um cão com gastroenterite pode comer, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Raquel Alves Feitoza Martins
Meu Shitzu foi diagnosticado com gastrite, tomou os medicamentos e melhorou e hoje o vômito voltou mais intenso o que devo fazer?
Wilmar Pinheiro
Excelente vai me ajudar muito pois meu filho comprou sábado (29/07) um Filhote de Pastor Alemão Capa Preta (64 dias) que veio com vômitos e diarreia. Levei hoje no veterinário que diagnosficou Gastroenterite. Prescreveu os remédios, mas se limitou a recomendar somente uma dieta de arroz com frango e lendo o artigo verifiquei que existem outros parâmetros a seguir, que como disse acima vai me ajudar e muito a recuperar meu amigão.
Editor umComo.com.br
Oi Wilmar! Que bom que as dicas foram úteis. Continue nos acompanhando :)

O que um cão com gastroenterite pode comer
1 de 2
O que um cão com gastroenterite pode comer

Voltar ao topo da página