Partilhar

Como cuidar de um gato de rua

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como cuidar de um gato de rua

Se em seu caminho apareceu um gato abandonado e decidiu adotá-lo ou cuidar dele enquanto encontra uma nova família, é muito importante que, além de oferecer os cuidados necessários, tenha em conta algumas recomendações para garantir a sua segurança e a saúde do animal. Este felino é agora sua responsabilidade, por isso em umComo.com.br explicamos a você como cuidar de um gato de rua e garantir ao máximo o seu bem-estar.

Também lhe pode interessar: Como pegar um gato de rua
Passos a seguir:
1

Algo que deve ter muito claro no momento que encontrar um gato de rua é que você não conhece a saúde do animal, nem sabe se se trata de um gato abandonado ou que se perdeu. Por isso, é necessário que se aproxime com muito cuidado pois os animais abandonados costumam ser medrosos e nervosos, se você se aproximar com violência o gato pode fugir ou atacar você.

Uma boa ideia para propiciar a aproximação é atraí-lo com comida, de preferência com comida para gato. Se o animal reage agressivamente ou se acha que sua saúde tem riscos e não consegue capturá-lo, ligue para a associação protetora de animais para que ajudem você a pegá-lo e levá-lo a um centro médico.

2

É muito importante que nas horas após encontrar o gato, o leve ao veterinário para determinar em primeiro lugar se o bichinho tem chip, e portanto, um dono, e adicionalmente, se está saudável. O veterinário deverá revisar exaustivamente o gato e administrar as vacinas necessárias para que o felino possa crescer de forma saudável.

É importante uma revisão médica porque o gato pode sofrer de doenças transmissíveis aos humanos que não foram previamente tratadas e que, portanto, possam pôr em risco a sua saúde e a da sua família. A segurança de todos e a saúde do animal vem primeiro.

Como cuidar de um gato de rua - Passo 2
3

Uma vez que o animal tenha sido revisado por um veterinário, chega o momento de dar um importante passo: conseguir um lar para ele. Se o gato não pode ficar com você, não hesite em difundir pelas redes sociais e nos sites das associações protetoras de animais um aviso para encontrar uma família para o felino; quanto mais pessoas de seu meio souberem de sua existência, mais fácil será encontrar uma família para cuidar.

Como cuidar de um gato de rua - Passo 3
4

Se, pelo contrário, decidiu ficar com o gato de rua e cuidar dele em seu lar, deve ter muito claro que o animal demorará um tempo em se adaptar à vida doméstica, por isso é fundamental não o pressionar com muito carinho ou atenções.

Os gatos que foram previamente abandonados têm tendência à independência e à solidão, além de serem muito seletivos com as pessoas. É importante que dê ao gato afeto e carícias, mas que ao mesmo tempo, lhe permita se adaptar a viver em um espaço fechado e a seus cuidados.

Como cuidar de um gato de rua - Passo 4
5

Tenha muita paciência e deixe que seja o gato também a procurar você e comece a habituar-se à ideia de que agora vivem juntos. Se não sabe como alimentá-lo, em nossos artigos como escolher a comida do meu gato e quanto deve comer meu gato respondemos às suas dúvidas.

Como cuidar de um gato de rua - Passo 5
6

Além disso, é importante que ensine o animal a usar a caixa de areia para manter a higiene no lar. É muito provável que seu felino tente marcar território e tenha um comportamento similar ao que tinha quando vivia na rua; para impedir que isto ocorra, deve ser paciente e oferecer ao gato outras ferramentas.

Os arranhadores são uma peça fundamental no lar, pois permitirão que o animal afie suas unhas sem danificar seus móveis. Do mesmo modo, os brinquedos também lhe ajudarão a manter seu instinto de caça ativo e que se entretenha.

Como cuidar de um gato de rua - Passo 6
7

Uma característica com a que possivelmente terá que lidar na hora de trazer para casa um gato de rua, é a sua tendência a urinar pela casa para marcar território. Para evitar que isto ocorra, pode tomar algumas medidas que detalhamos a você em nosso artigo como evitar que meu gato urine pela casa, mas adiantamos que uma medida muito oportuna é a esterilização, que também acabará com os períodos de cio e a tendência a marcar território.

Como cuidar de um gato de rua - Passo 7
8

Além destas recomendações, o felino merece o mesmo cuidado que qualquer outro pet com visitas periódicas ao veterinário, carinho e atenção para se manter saudável e feliz. Tenha paciência e verá como em poucas semanas o gato se adapta ao seu novo lar de forma satisfatória.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um gato de rua, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Escrever comentário sobre Como cuidar de um gato de rua

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
lucia cardozo
tenho dois gatos e uma gata os dois teve esporotricose cuidei com itraconazol um com 1 ano ficou curado o outro tem mas de dos anos que dou itraconazol só parei quando levei para castrar mas ele continua saindo uns machucados na orelha a vt falou que ele não está mas com esporotricose disse que pode ser alergia a ração mas dou a goldem pois é uma ração de boa qualidade vou fazer este remédio caseiro prar ver se ele fica bom ela tambem passou revolutio mas anida não usei é muito caro obrigada pelas dicas depois respondo se ficou bom.
A sua avaliação:
André Silva de Oliveira
Olá, uso esse site como referencia em uma página que gerencio no facebook, convido vc a curtir minha página e agradeço por essas dicas, elas me ajudaram muito com alguns animais que eu resgato da rua ou faço a readaptação para voltarem para a natureza1
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Oi André! Que bom saber isso! Muito obrigada pelo seu comentário e continue acompanhando a nossa página :)

Como cuidar de um gato de rua
1 de 7
Como cuidar de um gato de rua

Voltar ao topo da página